quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Educação inicia 11ª edição do Programa Brasil Alfabetizado no RN


Diminuir a taxa de analfabetismo, essa é uma das metas que o Governo do Estado. Para isso, a Secretaria de Estado da Educação vem realizando constantes trabalhos com foco pedagógico para contribuir na formação de potiguares em todos os recantos do estado. Durante todo o mês de agosto, a secretaria de Educação realiza formações com educadores do EJA dentro do Programa de Alfabetização de Jovens e Adultos, que integra as ações do Programa Brasil Alfabetizado (PBA).

Desde 2003, o MEC realiza o PBA, voltado para a alfabetização de jovens, adultos e idosos. O programa é uma porta de acesso à cidadania e o despertar do interesse pela elevação da escolaridade. Partindo do mesmo objetivo, a SEEC dará início a 11ª edição do PBA no RN, formando 2.355 educadores, entre alfabetizadores e coordenadores, para atuarem em 2.026 turmas de alfabetização nas 16 unidades regionais de ensino.

Para a coordenadora do PBA/RN, Clotilde Maria Godeiro Coutinho, as formações que estão sendo realizadas por todo o mês de agosto são decisivas para o pensamento crítico do educador: “Os encontros servem de espaço para a reflexão e diálogo entre as teorias e práticas referentes ao processo de ensino aprendizagem dos jovens, adultos e idosos, sempre atendendo as exigências do programa de alfabetização do MEC”. A meta de todo este esforço é erradicar o analfabetismo no país.


A nova etapa do PBA inicia-se, em todo o estado, como 27 mil alfabetizados beneficiados. A SEEC, em parceria com o Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy (IFESP). Produziu o quinto caderno informativo Eu, você e o planeta na alfabetização de jovens, adultos e idosos – RN Alfabetizado, com informações sobre a estrutura curricular do curso, organização de oficinas e atividades para sala de aula. “O material é uma mostra bem significativa do trabalho de formação inicial e continuada desenvolvida pelo IFESP em parceria com a Secretaria de Educação, dentro do Programa Brasil Alfabetizado para coordenadores e alfabetizadores do nosso Estado”, explicou Fátima Carrilho, diretora geral do instituto.

Entusiasmada com as ações desenvolvidas, Betania Ramalho, secretária estadual de Educação, mostra que o Projeto de Correção de Rumo da Educação vem provocando resultados em todas as modalidades de ensino, atendendo um número crescente de estudantes e mudando a fisionomia da rede estadual de ensino. Para a secretária “todas as atividades feitas visam contribuir positivamente para aumentar os índices de escolarização dos estudantes”, e que a Educação de Jovens e Adultos é “uma modalidade que merece uma atenção especial por lidar com um público diferenciado, com necessidades e potencialidades específicas fora e dentro da sala de aula.”

As formações de educadores para o PBA/RN tiveram início no dia 16 e continuarão nos dias 23, 24, 30 e 31 de agosto em diversas escolas estaduais em todo o RN. A Subcoordenadoria de Educação de Jovens e Adultos é a responsável pelas capacitações. 

Estudante de Jaçanã representará o RN no Parlamento Jovem Brasileiro


A Escola Estadual Professora Terezinha Carolino de Souza, localizada no município de Jaçanã, é conhecida pelo bom desempenho de seus estudantes. Das diversas premiações que a escola já recebeu, nesta semana, a estudante Dallyne de Fátima Silva conquistou mais um título para a instituição. Prestes a completar 17 anos, ela será a representante potiguar no Parlamento Jovem Brasileiro, programa da Câmara dos Deputados que simula a rotina dos trabalhos legislativos.

Para conquistar o posto, Dallyne escreveu um projeto de lei que disputou com outros 152 inscritos em todo o estado. A estudante propôs a extinção da taxa de deslocamento cobrada por todas as operadoras de telefonia móvel do Brasil, visando condições justas de uso para seus clientes. O objetivo é que tais empresas parem de cobrar abusivas taxas aos seus usuários quando estes utilizam seus celulares em Estados fora do seu domínio de origem.

"Sinto-me muito honrada em representar meu estado, pois sei da responsabilidade que terei em participar do parlamento, debatendo o meu projeto e outros de interesse nacional", disse a estudante. Sobre seu projeto, Dallyne explicou que a cobrança da taxa de deslocamento das operadoras de telefonia móvel é injusta: "Em cidades que fazem divisa com outros estados as taxas (roaming) são aplicadas de forma equivocada e não existe legislação que proteja o consumidor."

Os estudantes selecionados em todo o país, participarão de uma simulação da rotina dos trabalhos legislativos que pretende despertar nos jovens a reflexão crítica da importância da representação política. O Parlamento Jovem Brasileiro, programa anual da Câmara dos Deputados, acontece de 21 a 26 de setembro de 2014, em Brasília. Neste ano, o programa entra em sua décima primeira edição.

Este ano, o recorde de inscrições do programa Parlamento Jovem Brasileiro foi superado e chegou ao número de 2.079 mil projetos. Os estudantes inscrevem os projetos nas suas escolas, que os enviam para avaliação e triagem das Secretarias de Educação dos estados. Depois os projetos são encaminhados para a Câmara dos Deputados, onde uma comissão de analistas legislativos e outros servidores analisam e classificam cada um deles de acordo com critérios como originalidade, justificativa e clareza.

Em 2014, destaca-se o número de projetos voltados para a área de educação, cujas propostas pedem, por exemplo, a implantação de plataforma multimídia na rede pública de ensino e a contratação de jovens que se destacam no ensino médio para auxiliarem professores do ensino fundamental. Outras propostas pedem modificações em projetos de lei já existentes, projetos na área de saúde, meio-ambiente, segurança pública, economia, entre outros.