quarta-feira, 30 de julho de 2014

Educação revela líderes por meio da leitura


Promover a leitura para o desenvolvimento pleno do estudante. Este é um dos caminhos que a Rede Estadual de Educação vem seguindo para despertar em cada estudante sua potencialidade dentro da sala de aula. Na manhã de hoje (30), no Auditório Angélica Moura, SEEC, a Coordenadoria de Desenvolvimento Escolar – CODESE, realizou mais um curso de formação continuada do Proler, programa nacional de leitura, com o tema Biblioteca na Perspectiva do Século XXI.

Contanto com a presença de gestores e professores da rede estadual, a abertura do evento foi realizada pelo secretário adjunto de educação, professor Joaquim Oliveira, a coordenadora dos programas de leitura da Secretaria de Educação, Erileide Rocha, e a coordenadora do programa Parlamento Juvenil do Mercosul, Verá Reis. O evento faz parte da agenda positiva que o Plano Estadual do Livro e Leitura que o estado do Rio Grande do Norte vem realizando por todas as regiões atendidas pela secretaria.


A região da grande Natal conta com 224 regentes de biblioteca, termo utilizado para nomear os profissionais que cuidam da execução das políticas públicas voltadas à leitura. “Graças a estes homens e mulheres, a biblioteca tem sido um dos principais articuladores das práticas literárias em nossas escolas. Buscamos uma transformação social que inicie pela educação”, destacou Erileide Rocha.

E são muitos os resultados de escolas que apostam na leitura e formação como motivadores para os estudantes. Técnica da Subcoordenadoria de Ensino Médio, Verá Reis, é a responsável pelo Parlamento Juvenil do Mercosul no RN. O programa visa proporcionar aos jovens a experiência de ser representante brasileiro em grandes rodas de discussão dos rumos que a política pública deve ser direcionada. Durante o curso, Verá apresentou toda a metodologia e resultados que o PJM alcança junto aos alunos e apresentou o representante potiguar na edição deste ano do programa, o estudante Martins Francisco dos Santos Neto, da Escola Estadual Profª Terezinha Carolino de Souza.

Martins, jovem de 14 anos, viajará no mês de agosto para a Argentina, onde outros jovens dos países que compõem o Mercosul estarão engajados na construção de uma carta sobre o Ensino Médio que a juventude deseja. “O sucesso do programa depende da escola, que divulgue e faça com que seus alunos participem do PJM, pois práticas cidadãs com estas proporcionam um conhecimento que vai além das salas de aula”, argumentou Verá Reis.

A Escola Estadual Profª Terezinha Carolino de Souza, localizada em Jaçanã, vem sendo reconhecida pela participação em todos os concursos destinados aos jovens em idade escolar. O Parlamento Jovem Brasileiro, realizado pela Câmara dos Deputados, e o Jovem Embaixador, organizado pelo Governo dos Estados Unidos, também tiveram representantes da escola de Jaçanã. “Ninguém melhor do que os jovens para transformar o ensino médio com as idéias e metas que queremos”, disse o jovem parlamentar Martins Francisco.


Joaquim Oliveira, secretário adjunto, destacou que é necessária uma nova compreensão do papel que os professores tem enquanto formador para contribuir na construção de talentos na rede estadual de ensino: “essa nova leitura deve ir muito além do que as necessidades que temos, pois o rendimento das escolas que apostam e investem em seus alunos provam que quando se tem um objetivo, todo o caminho é possível de ser conquistado.”

Para o secretário, o diferencial que uma escola pode ofertar para os estudantes não está somente nos decretos ou normas, mas nascem quando existem professores, gestores e coordenadores comprometidos com a educação. “A leitura é um universo que possibilita viver experiências exitosas, mas tem que existir muitos profissionais dedicados para que essas experiências ocorram”, concluiu o secretário.