quarta-feira, 11 de junho de 2014

Nova unidade do Espaço do Conhecimento é inaugurada em Pendências


Na manhã de hoje (11), o secretário adjunto de educação, Joaquim Oliveira, inaugurou mais uma unidade do Espaço do Conhecimento, na Escola Estadual Monsenhor Honório, em Pendências. Cada espaço é constituído por laboratórios de ciências naturais e informática, beneficiando mais de 700 alunos da cidade. O projeto é financiado pela Petrobrás e tem o apoio do Governo do RN e da Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do Rio Grande do Norte.


O secretário adjunto acompanhou a demonstração de como os espaços serão utilizadas, as atividades que serão feitas e o os novos recursos que todos os estudantes terão para dinamizar o estudo da estrutura curricular. “O Espaço do Conhecimento proporciona a cada estudante uma potencialização do conhecimento adquirido em sala de aula”, declarou o secretário.


Com a inauguração de hoje, o RN dispõe de três novas unidades do Espaço do Conhecimento, sendo duas em Mossoró e a mais nova em Pendências. O projeto inclui a reforma e equipagem de laboratórios de química, física, biologia, matemática e informática para apoio ao conteúdo ministrado em sala de aula, uma maneira de tornar o ensino mais pratico e atrativo. “Nós procuramos equipar esses laboratórios com todo o material adequado e da melhor qualidade com o objetivo de despertar nesses alunos o interesse pela ciência”, disse a Coordenadora Executiva do Projeto, Wagna Dantas.


Durante as festividades da entrega dos novos laboratórios o secretário Joaquim Oliveira apontou o rumo que a educação deve seguir para demonstrar bons frutos: “Estamos corrigindo o rumo que a educação do RN. Para isso, sabemos que a mudança só será eficaz se executamos ações que resultem num grande impacto, como os laboratórios entregues hoje. É um trabalho árduo, que tem nos bons resultados dos alunos o nosso maior sinal de conquista”.

Práticas educacionais voltadas aos direitos humanos serão premiadas


O Núcleo Estadual de Educação para a Paz e Direitos Humanos está divulgando por todo o estado o Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos, concurso que premiará as instituições que contribuem para a formação de uma cultura que defenda valores, atitudes e práticas sociais que respeitem os direitos humanos dos cidadãos em todos os espaços da sociedade.

Podem participar instituições públicas e privadas de educação básica e superior, secretarias estaduais e municipais de educação e instituições de educação não formal. Essas instituições poderão inscrever trabalhos desenvolvidos em parceria com outras instituições ou organizações da sociedade civil, como associações de pais e mestres, grêmios estudantis, diretórios acadêmicos, conselhos escolares, municipais e estaduais de educação, entre outras.

“As inscrições podem ser realizadas por meio do portal do prêmio. Este prêmio é um grande reconhecimento das boas ações que a sociedade exerce na defesa dos direitos humanos”, declarou João Mendonça. Para realizar inscrição, clique aqui.

Prêmio reconhece ações inovadoras para a melhoria da educação


Estão abertas as inscrições para a 8ª edição do Prêmio Professores do Brasil, iniciativa da Secretaria de Educação Básica do MEC com o apoio da Secretaria de Estado da Educação. O Prêmio, instituído em 2005, busca reconhecer, premiar e divulgar o mérito de professores das redes públicas de ensino, pela contribuição dada para a melhoria da qualidade da educação básica de nosso país.

Estão aptos a se inscreverem todos os professores do sistema público de ensino brasileiro, da educação infantil até o final do Ensino Médio. Neste ano, o Prêmio Professores do Brasil foi dividido em temas livres e temas específicos. São 40 premiados a cada ano —oito em cada região do país — em oito categorias:Educação Infantil; Anos Iniciais do Ensino Fundamental; Anos Finais do Ensino Fundamental; Ensino Médio; Educação Integral; Ciências para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental; Alfabetização nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental e Educação Digital Articulada ao Desenvolvimento do Currículo.

As inscrições estão sendo realizadas por meio da página eletrônica do prêmio. Para se inscrever, o professor deve responder a uma série de questões, sobre seu trabalho inovador: como se organizou, como foi a participação dos alunos, quais foram as etapas do trabalho, como foi feita a avaliação. A data limite para o envio dos dados é 15 de setembro.