segunda-feira, 2 de junho de 2014

Casa do Menor Trabalhador recebe visita da secretaria de Educação


Na manhã de hoje (02), a secretária Betania Ramalho visitou a Casa do Menor Trabalhador, no bairro do Alecrim, em Natal. Recepcionada por alunos e gestores da instituição, a secretária de educação conferiu de perto todas as atividades que são desenvolvidas na escola, como cursos profissionalizantes em turismo, hotelaria, gastronomia e informática. A casa, que é uma escola estadual, também abriga alunos do ensino fundamental.


Acompanhada do deputado Hermano Morais e de representantes da Subcoordenadoria de Educação Profissionalizante, Grupo de Processamento de Dados e da Subcoordenadoria de Administração de Pessoal, a secretária acompanhou a demonstração do aprendizado que os estudantes recebem da escola, como a simulação de atendimento em restaurantes, apreciação de dança e degustação de comidas regionais realizadas no curso. Ao termino da visita, a professora Betania Ramalho finalizou uma aula com estudantes aprendizes atendido pela instituição.

“O jovem necessita de um caminho que o possibilite ir longe. Dentro da educação, este caminho é a profissionalização. O emprego dignifica o homem e o torna independente, então, a secretaria buscar a promoção das atividades que ajude ao jovem ter a chance de ter um bom curso que o prepare para a vida”, declarou a secretária em conversa com estudantes.


Anualmente 500 vagas são disponibilizadas para estudantes ingressarem na Casa do Menor Trabalhador, em sua maioria da rede pública de ensino.  A expectativa é que ocorra um aumento no número de vagas disponibilizadas. “Iremos analisar como a secretaria pode atuar junto a Casa do Menor para expandir o número de jovens atendidos. Nosso objetivo é dar mais oportunidades a quem necessita”, disse a secretária Betania Ramalho.

Estudantes da UFRN debatem papel do jornalismo com alunos da rede estadual


Com o objetivo de explicar o papel do jornalista na sociedade, nesta última sexta-feira (30), estudantes do curso de Comunicação Social da Universidade Federal do RN realizaram palestra na Escola Estadual Santos Dumont, em Panramrim, para alunos do ensino médio. Cerca de 40 alunos participaram das atividades, que contou com distribuição de kits, ofertado pela SEEC, e de livros.

Os graduandos debateram com os alunos como é o cotidiano do jornalista, valores éticos e visão crítica sobre a mídia. Para Tiago Rebolo, 20 anos, estudante do 4º período de jornalismo, as atividades ajudam aos estudantes a entenderem como é o dia-a-dia do jornalista, bem como os dilemas éticos que a profissão proporciona: “Explicamos que o jornalismo é muito mais do que se vê nas bancadas dos telejornais.”


A Secretaria de Educação apóia todas as ações que ajudem aos estudantes a definirem qual caminho seguir após o termino do Ensino Médio. Essa atividade faz parte de um projeto de extensão da UFRN que visa promover debates sobre temas ligados a comunicação social. Outras  unidades de ensino, como a Escola Estadual Governador Walfredo Gurgel, ambém receberam visita dos estudantes de jornalismo por todo o mês de maio. 

Final de futsal do Jerninhos é marcada pela celebração do esporte


Após um mês de disputa pelo título dos Jogos Escolares do Rio Grande do Norte (Jerninhos), na modalidade futsal, as escolas Facex, Marista, Salesiano D. Bosco, Salesiano São José, Impacto, PH3 (Parnamirim), Contemporâneo, Sistema (Parnamirim) , CEI (Romualdo Galvão, Zona Sul e Mirassol), Escola Estadual Presidente Kennedy, Auxiliadora, NEC, Faculdade da Criança, Dom Marcolino, Datacomput e Lápis de cor disputaram com bastante empenho toda a competição. O Cei Mirassol foi  a instituição campeã pela segunda vez.

A 20ª edição do campeonato que foi promovida pelo Governo do RN, por meio da Secretaria de Educação. Organizada pela Coordenadoria de Esportes e Lazer(CODESP), órgão ligado a secretaria, o Jerninhos contou com a participação de mais de 30 escolas, da rede pública e particular. Os modalidades foram marcadas pela disputa, equilíbrio entre as equipes, torcedores, vários familiares que estiveram presentes.

Para o coordenador da CODESP, Gileno Souto, a promoção do esporte é uma das formas que a escola pode proporcionar a democratização do acesso às atividades educativas e cidadãs. “A inclusão social deve ser feita por meio da educação, combate à violência e às drogas e a formação integral dos alunos , por meio de incentivo aos torneios e campeonatos como este”, declarou o coordenador. O final do campeonato foi marcado pela disputa final entre as equipes finalistas e a entrega de medalhas e troféus. O placar foi de 2 a 0, com a vitória do Cei Mirassol.