quarta-feira, 7 de maio de 2014

Governadora visita obras do centro de educação profissionalizante em Extremoz


A governadora Rosalba Ciarlini visitou na tarde de hoje, 7, o canteiro de obras do Centro Estadual de Educação Profissionalizante e Tecnológico de Extremoz.  Acompanha do secretário adjunto de educação, profº Joaquim Oliveira, a governadora constatou o acelerado ritmo da obra, orçada em seis milhões de reais, que beneficiará os estudantes das cidades da região de Extremoz.

Situado no bairro Jardim, o centro contará com 12 salas de aula, auditório para 200 pessoas, seis laboratórios, ginásio poliesportivo com capacidade de 500 pessoas, biblioteca e espaços destinados ao convívio dos professores.



O projeto, contratado pelo Ministério da Educação, por meio do Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação, com o Governo do Estado, vai oferecer ensino médio e profissionalizante aos estudantes da região em regime de tempo integral. No turno da manhã, o estudante acompanha as aulas da grade pedagógica de ensino e no período vespertino ele participa das aulas de educação profissionalizante.


“A secretaria de educação tem buscado muitos investimentos para a melhoria da educação profissionalizante que nossos estudantes devem receber. Prova disso são os outros centros que estão sendo construídos em Ceará-Mirim, Parnamirim,  São Gonçalo, Alto do Rodrigues, Mossoró e Tibau do Sul”, explicou o secretário Joaquim Oliveira ao falar do impacto do novo centro para a rede estadual de educação. 

Entusiasmada com a obra, a governadora Rosalba Ciarlini detalhou o funcionamento dos centros, e que ainda este ano as primeiras turmas serão abertas. “O Centros são verdadeiras escolas técnicas onde o aluno vai estudar em tempo integral. A vantagem é que no período da tarde os estudantes terão contato com cursos que vão dar a eles uma profissão e garantir que eles tenham condição de renda e trabalho. Além disso, as unidades agregarão esporte e cultura para a comunidade. Todas as estruturas são preparadas para que possamos dar aos nossos jovens ensino de qualidade e que eles cresçam pelo caminho da educação” 

Educação do RN ganha 55 novos professores efetivos e mais de 600 temporários

A edição do Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (7) trouxe a convocação de 55 aprovados no último concurso para professor efetivo e especialista em educação realizado pelo Governo do Estado, nas disciplinas de Língua Espanhola, Química, Física, Matemática e Artes. Os convocados vão atuar nos municípios de Natal, Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros e a apresentação deles se dá em caráter imediato. Os novos servidores passam a integrar o quadro fixo da Secretaria de Educação tão logo apresentem a documentação exigida e sejam realizados os trâmites necessários. 
 
Além da convocação dos professores efetivos, o DOE também tem como publicação o chamamento para 626 aprovados no Processo Seletivo Simplificado para a contratação de docentes temporários para quinze das Diretorias Regionais de Ensino do RN, com sede nos municípios de João Câmara, Pau dos Ferros, Umarizal, Apodi, Mossoró, Assu, Caicó, Currais Novos, Angicos, Santa Cruz, Macau, Ceará-Mirim, São Paulo do Potengi, Nova Cruz, Parnamirim e Natal.

A contratação de professores temporários foi autorizada pela Assembleia Legislativa do Estado desde junho do ano passado e acontece para a substituição de docentes efetivos que estão cumprindo licença médica, licença maternidade, por tempo de serviço, e licença para qualificação profissional

Nota de agradecimento a UFRN


A Secretaria de Estado de Educação, em virtude do aumento da capacidade do hardware atual do Sistema Integrado de Gestão da Educação (SIGeduc), agradece a Ivonildo Rêgo, diretor do Instituto Metrópole Digital, e Aluizio Ferreira da Rocha Neto, superintendente de Informática (SINFO) da UFRN, pelo espaço cedido no servidor da universidade. Com essa parceria, a UFRN contribui para a inclusão de uma nova máquina virtual, com armazenamento de 4 terabytes (cada terabytes equivale a 1024 gigas), que comportará dados do SIGeduc e da SEEC. 

Com a nova máquina virtual a Secretaria de Educação terá um maior espaço de armazenamento dos documentos escolares que são digitalizados. “Em breve teremos a disposição do sistema um storage  (rede de armazenamento de dados) para comportar todos nossos documentos. Já estamos em processo de aquisição deste sistema”, disse Ana Paula Oliveira, coordenadora do Grupo de Processamentos de Dados da secretaria.