quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Cultura afro-brasileira é tema de especialização


Segue até o dia 7 deste mês as inscrições do curso de especialização em Cultura Afro-Brasileira e Africana. Destinados a professores da Rede Pública de Ensino, o curso tem como objetivo promover o aprofundamento teórico-metodológico de profissionais da educação, a fim de que possam, efetivamente, fazer valer a Lei 10639 no cotidiano da sala de aula, com a qualidade que o processo de aprendizagem requer.

 Os participantes terão a oportunidade de estudar a história da África e dos africanos, por meio da recente produção acadêmica e didática, que enfatiza a África e a civilização africana sem os estereótipos que marcam produções e manifestações no passado e no presente histórico. As aulas começam dia 14 de dezembro, o curso conta com uma carga horária de 400h e um total de 200 vagas.

As alunas serão ministradas em quatro campus da Universidade Federal do Rio Grande do Norte: Natal, Caíco, Nova Cruz e Currais Novos. Os professores Tânia Lima e Derivaldo dos Santos sãos os coordenadores do curso. Para maiores informações os interessados devem entrar em contato através do número: 084 9474-6717 ou através do e-mail historiaeculturaafro@hotmail.com. A especialização é gratuita para os professores das escolas públicas.

Encontro discute educação para alunos superdotados


O Núcleo de atividades de Altas Habilidades / Superdotação (NAAHS) promove o I Encontro NAAHS & Famílias – Reflexões sobre a parceria família e escola. O evento será realizado amanhã (6) no Centro Estadual de Educação Especial (Centrinho) a partir das 8h.

Durante o encontro, a professora Sheila Torma da Silveira, presidente da Associação Gaúcha de Apoio às Altas Habilidades / Superdotação fará palestra sobre a temática proposta pelo núcleo.

O NAAHS é uma espaços voltado para o atendimento às altas habilidades/superdotação dos alunos. No Rio Grande do Norte ele identificar, atender e estimular o potencial criativo do aluno matriculado na rede estadual de ensino.

Utilidade pública:
I Encontro NAAHS & Famílias
Local: Centrinho, Centro Administrativo do Estado
Dia: 06 de dezembro de 2013 Horário: 8h

Carnacentrinho: a festa da inclusão


A 1ª edição do carnaval fora de época do Centro Estadual de Educação Especial, o Carnacentrinho, foi marcada pela alegria e animação de pais, alunos e professores que participaram da festa realizada na tarde de ontem no anel viário do Centro Administrativo do Estado.


Comemorando o Dia Mundial da Pessoa com Deficiência, o evento trata-se de um projeto desenvolvido junto com os estudantes e entre as atividades está criação dos abadás pelos próprios alunos, escolha das músicas e a animação dos blocos.


A dança faz parte das atividades que os alunos praticam no Centrinho. Com a proximidade do Carnatal, a equipe gestora da escola resolveu unir a conclusão das atividades anuais e o clima de festa que a cidade de Natal irá viver.


O clima de festa contagiou inclusive os funcionários do estádio Arenas das Dunas que deram uma pausa em seus trabalhos e interagiram com os estudantes, alegrando as crianças que estavam fascinadas pela obra que está sendo construída.



“O objetivo é justamente promover essa interação entre todos os segmentos da escola: pais, alunos, professores e coordenadores neste clima de festa e de inclusão para nossos alunos”, disse a diretora do Centrinho, profª Adriana Rocha. A Escola Estadual Soldado Luiz Gonzaga também participou do Carnacentrinho.


A Secretaria de Estado de Educação, por meio da Subcoordenadoria de Educação Especial, apoiou a comemoração cumprindo com o compromisso de assegurar aos seus alunos momentos de lazer e cultura dentro do âmbito escolar. Para o ano que vem a espectativa que o evento ocorra no mesmo período, com uma estrutura maior, utilizando espaços do Arena das Dunas.

Mostra de Cinema e Direitos Humanos acontece até dia 10


Terá início nesta quinta-feira (06) a 8ª Mostra Cinema e Direitos Humanos, que acontecerá em Natal, no IFRN do Centro da Cidade. A entrada é gratuita.

Abertura será a partir das 19h com o média metragem "A onda traz, o vento leva", que trata da vida de Rodrigo, um surdo que trabalha numa equipadora instalando som em carros. O filme é uma jornada sensorial sobre um cotidiano marcado por ruídos, vibrações, incomunicabilidade, ambiguidade e dúvidas.

O evento é organizado pelo Núcleo Estadual de Educação para a Paz e Direitos Humanos (NEEPDH), do qual a Seec faz parte, e vai se estender até o próximo dia 10.

Confira a programação completa

05 de Dezembro

19h ABERTURA
Programa 1: 103min –
A onda traz, o vento leva (Duração: 28’ Classificação: 14anos)
Uma história de amor e fúria (Duração:75’ Classificação: 11 anos)

06 de Dezembro

14h Programa 18: 102min
Codinome Beija-Flor (16’) Classificação: Livre)
Repare bem (95’) Classificação: 10 anos)

16h Programa 17: 94min
O prisioneiro (24’) Classificação: Livre
Ilegal.co (70’) Classificação: Livre

18h Programa 13: 48min
Kene Yuxi, as voltas do Kene (48’) Classificação: Livre

19h Programa 8: 153min
Conterrâneos velhos de guerra (153’) Classificação: Livre

07 de Dezembro

14h Programa 10: 82min
 Barra 68 - Sem perder a ternura (82’) Classificação: Livre

16h Programa 15: 95min
Maio, nosso maio (12’) Classificação: Livre
Insurgentes (83’) Classificação: 12 anos

18h Programa 12: 102min
Bicicletas de Nhanderu (48’) Classificação: Livre
PI’ÕNHITSI – Mulheres xavantes sem nome (54’) Classificação: Livre

20h Programa 2: 91min
Carga viva (18’) Classificação: Livre
A cidade é uma só (73’) Classificação: 10 anos

08 de Dezembro

14h Programa 14: 103min
 Malunguinho (15’) Classificação: 14 anos
Paralelo 10 (87’) Classificação: Livre

16h Programa 16: 107min
Silêncio (12’) Classificação: Livre
Sibila (95’) Classificação: 10 anos

18h Programa 7: 115min
Quando a casa é a rua (35’) Classificação: 14 anos
Em busca de um lugar comum (80’) Classificação: 10 anos

20h Programa 6: 93min
Leve-me pra sair (19’) Classificação: Livre
Kátia (74’) Classificação: Livre

09 de Dezembro

14h – AUDIODESCRIÇÃO Programa 3: 90min
Caixa d´água: Qui-lombo é esse? (25’) Classificação: Livre
Doméstica (75’) Classificação: 10 anos

16h – AUDIODESCRIÇÃO Programa 9: 102min
Brasília segundo Feldman (22’) Classificação: Livre
O país de São Saruê (80’) Classificação: Livre

18h – AUDIODESCRIÇÃO Programa 20: 80min
As hipermulheres (80’) Classificação: 10 anos

20h Programa 21: 85min
Transformer AK-47s into gruitars (5’) Classificação: Livre
Colombia: Wayuu “Gold” (9’) Classificação: Livre
Argentina: Dreaming of a clean river (6’) Classificação: Livre
Los descendientes del jaguar (29’) Classificação: Livre
Paredes invisíveis: Hanseníase região Norte (37’) Classificação: Livre

10 de Dezembro

14h Programa 19: 70min
Caíto (70’) Classificação: Livre

16h Programa 5: 107min
Os dias com ele (107’) Classificação: 14 anos

18h Programa 4: 107min
 Acalanto (23’) Classificação: Livre
As Iracemas (84’) Classificação: Livre

20h Programa 11: 85min
O evangelho segundo Teotônio (85’) Classificação: Livre