quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Diversidade é marca do RN CIÊNCIA


A quarta Mostra de Iniciação ao Conhecimento Científico, Tecnológico e Cultural – RN CIÊNCIA apresenta este ano diferentes trabalhos científicos, de toda as regiões do Estado, mostrando a diversidade que os alunos da rede pública de ensino trazem em sua bagagem. Química, física, biologia, literatura, reciclagem, tecnologia e sustentabilidade, muito são os temas que compõem os trabalhos expostos nos stands do RN CIÊNCIA.

A Escola Estadual 11 de Agosto, da cidade de Umarizal trouxe para a feira a o estudo “O Uso de Naturopatia no tratamento de Ferimentos Cutâneos”, Os estudantes desenvolveram uma pomada que tem um poder de cicatrização mais eficiente do que algumas formuladas no mercado. A pomada é feita com elementos regionais, como a aroreia, girassol e cera de abelha.


Um dos trabalhos desenvolvido por alunos da cidade de Mossoró é o Repelente Natural a Base de NIM, planta nativa que age como um repelente poderoso e não nocivo à saúde humana. Antes desse estudo o Nim era utilizado apenas em animais. Esse óleo foi desenvolvido por alunos da Escola Estadual José Martins de Vasconcelos e motivou toda a escola a pesquisarem mais benefícios que a planta pode trazer.

A estética também está presente nos trabalhos da RN CIÊNCIA. As alunas Jayrla de Melo e Joana Darc, da Escola Estadual João Manuel Pessoa, município de Itajá, apresentaram o Clareador Facial Natural, produto que proporciona um clareamento na região aplicada e tem na entrecasca da banana sua base de composição. “Percebemos que o uso da entrecasca da banana era estético e sustentável, pois caso não usássemos estaríamos jogando fora uma preciosidade de composto.”, explicou Jayrla.


Cada vez mais cresce o número de aparelhos celulares no país. Preocupados com as bactérias que esses aparelhos podem ter, alunos da Escola Estadual Rafael Godeiro, localizada no município homônimo a escola, comprovaram que um celular pode reunir mais bactérias do que o vaso sanitário de nossas casas. Capitaneada pelos estudantes Michael Medeiros e José Ailson, a pesquisa serve de alerta e mostra que com pequena ações, como uma limpeza com álcool o celular pode ser menos nocivo à saúde.

Mais do que um projeto, os estudantes da Escola Estadual Ana Júlia Carvalho Mousinho, zona norte de Natal, deram uma amostra de um curso de modelagem em 3D. Os estudantes trouxeram para a feira um software que permitirá as escolas disporem de um curso de construção de peças, mobília e criações livres, de acordo com suas necessidades de criação.


Partindo do reaproveitamento de garrafas PET, os estudantes da Escola Estadual Maurício Freire, da cidade de São Paulo do Potengi, criaram diversos experimentos que estimulam o repensar da práticas de reutilização do material no momento em que se percebe que elas também podem ser instrumentos científicos.

Parte dos trabalhos apresentados pela 6ª Dired (Macau) tem em sua temática ligada a leitura, reflexão e analise literária aplicada, trazendo as ciências humanas para o campo científico. Vieram com essa proposta as escolas estaduais Profª Maria Rodrigues (Alto do Rodrigues) e José Olavo do Vale (Macau). Já a Escola Estadual Monsenhor Honório, do município de Pendências, mostraram o uso medicina alternativa da planta mastruz com leite na cicatrização de fraturas nos ossos.


A 2ª Dired - Parnamirim participa do RN CIÊNCIA com dois projetos. Um chama a atenção pela proposta: transforma a água do mar em água potável. A Escola Estadual Profº José Mamede (Tibau do Sul) apresentou o destilador solar que promete purificar a água do mar e torna-la saudável. Os alunos pretendem ampliar o projeto para, no futuro, poderem dar a sociedade uma forma de ter água apropriada para o consumo humano.

Muitos outros projetos estão sendo apresentados e até sexta alguns deles serão escolhidos para representarem o Rio Grande do Norte em feiras nacionais e internacionais de iniciação científica. O objetivo principal da feira não é a escolha das representantes, mas promover a melhoria na pesquisa da Escola Básica, com ações que valorizem e estimulem a criatividade dos alunos.

Missa de 7º dia

A Secretaria de Estado da Educação convida a todos para a Missa de 7º dia de falecimento da servidora Maria das Graças Dantas, que há 33 anos atuava no Fundo Estadual de Educação. A celebração em Ação de Graças acontecerá a partir das 19h, na Igreja Mãe Peregrina, no Bairro Latino, em Candelária.