quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Unesco apresentará escola estadual em documentário


Representantes da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) estarão presentes nesta quinta-feira (17) na Escola Estadual Clara Camarão, que fica no bairro homônimo em Natal, para realizar filmagens no espaço.

O intuito da visita é de mostrar como a escola desenvolve suas atividades dentro do programa federal Mais Educação, em que o aluno passa o dia na escola realizando atividades no contraturno. A Unesco pediu para que as coordenações de cada estado enviasse a relação de uma escola destaque por localidade no programa. Depois selecionaram as 10 do país que estão desenvolvendo atividades de forma satisfatória para a realização das filmagens.

A visita e a filmagem ocorrerão das 8h às 17h e contará com a presença de alunos, pais, professores, direção da escola e conselho escolar. Após o evento, entre os dias 26 e 29 de novembro, em Brasília, as 10 escolas serão exibidas no Seminário Internacional de Educação Integral.

O que é o Mais Educação

O Programa Mais Educação, criado pela Portaria Interministerial nº 17/2007, aumenta a oferta educativa nas escolas públicas por meio de atividades optativas que foram agrupadas em macrocampos como acompanhamento pedagógico, meio ambiente, esporte e lazer, direitos humanos, cultura e artes, cultura digital, prevenção e promoção da saúde, educomunicação, educação científica e educação econômica.

A iniciativa é coordenada pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (SECAD/MEC), em parceria com a Secretaria de Educação Básica (SEB/MEC) e com as Secretarias Estaduais e Municipais de Educação. Sua operacionalização é feita por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Secretária de Educação participa de debate sobre gestão educacional


A secretária de Educação do RN, professora Betania Ramalho participou na manhã de hoje da abertura da do VIII Encontro Estadual de Política e Administração da Educação e do V Ciclo de Estudos em Políticas Educacionais. O evento ocorreu no auditório da reitoria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

O encontro estadual e o ciclo de estudos têm como objetivo a discussão sobre a escola como organização social, espaço de mediação das políticas educacionais e das relações sociais e objetiva a difusão e a socialização de pesquisas científicas, de experiências de gestão, ensino e aprendizagem e formação de profissionais da educação, contribuindo com a consolidação das práticas democráticas e qualidade da educação.

Em parceria com a UFRN e Secretaria Municipal de Ensino, a Secretaria de Estado de Educação participa momentos de debates sobre os rumos que as políticas educacionais devem seguir para uma educação de qualidade. O debate de hoje contou com a participação da Associação Nacional de Políticas e Administração da Educação (ANPAE), que tem caráter acadêmico e atua no campo da política e gestão da educação, congregando professores, pesquisadores, estudantes do ensino superior e demais setores ligados ao ensino. 

Alunos do Estado apresentam projetos de iniciação cientifica em Mossoró

A partir de hoje (16), até a próxima sexta-feira (18), cerca de mil estudantes e professores do Ensino Médio, de 97 escolas estaduais da região Oeste, estarão reunidos no Ginásio Municipal Pedro Ciarlini, Expocenter e Hotel Garbos, em Mossoró. Este é o terceiro ano que a Feira de Ciências do Semiárido Potiguar, evento que discute e apresenta pesquisas de iniciação científica, acontece na cidade. Serão três dias de apresentações culturais, palestras, oficinas, debates e exposição de cerca de 200 trabalhos, voltados para as diversas áreas do conhecimento. As pesquisas retratam experiências dos alunos de ensino médio, no campo da ciência, a partir de observações na própria localidade onde vivem.

A cerimônia de abertura acontecerá nesta quarta-feira (16), às 19 horas, no Expocenter, com a presença da secretária de Estado da Educação, professora Betania Ramalho, e do reitor da Universidade Federal do Semi-Árido - UFERSA, professor José de Arimatéa de Matos. A programação da noite contará com a apresentação cultural de artistas de cordel. A exposição dos trabalhos terá lugar nos dias 17 e 18, no Ginásio Pedro Ciarlini, pela manhã e à tarde. O evento estará aberto para visitação, ao público interessado, no dia 17 (das 13 às 20 horas) e no dia 18 (das 8 às 11 horas). O encerramento do evento acontecerá no dia 18 (das 14 às 17 horas), no Hotel Garbos, quando haverá a premiação dos melhores trabalhos inscritos.

Palestras e mesa redonda
Para o evento foram programadas duas palestras, ambas no auditório do ginásio, específicas para os orientadores dos projetos. Uma das palestras (dia 17, das 8 às 11 horas) será acompanhada da exibição do filme-documentário do diretor e roteirista, Passos Júnior, 40 Horas na Memória: Resgate da Experiência dos Alunos de Paulo Freire, em Angicos. No dia 18 (das 8 às 11 horas), o professor Ozimar Pereira, da rede POC-SP (Programa de Olimpíadas do Conhecimento), convida os participantes a descobrir Como participar de projetos facilita a vida de professor.

As experiências das pessoas as quais organizam feiras de ciências nacionais e internacionais e de quem realiza feiras regionais e escolares serão trocadas em uma mesa redonda, voltada para os orientadores (dia 17, das 14 às 17 horas). Na ocasião, serão debatidas ações para a organização de feiras de ciências nas escolas e como levar trabalhos desenvolvidos pelos alunos para grandes eventos. Os debates estarão a cargo dos professores Roseli Lopes (Febrace-SP); Diva Sales (Milset-CE); Ivo Leite (UFMS-MS); Goretti Silva (12ª. Dired-RN) e João Batista Santiago (Escola Estadual Monsenhor Onório-RN).

Oficinas para estudantes
Além de exporem as suas pesquisas, os estudantes poderão participar de cerca de dez oficinas oferecidas para os inscritos no evento. As temáticas variam desde astronomia, biotecnologia, genética e medicina, fotografia científica, robótica educacional e pesquisa em ciências humanas. Uma das oficinas trará a experiência vivida por estudantes que participaram das feiras regionais e estaduais, no ano passado, e este ano tiveram a oportunidade de passar 15 dias, em Londres, em um dos maiores eventos de iniciação científica: o London International Youth Science Forum.

A programação completa do evento, tanto para professores e estudantes como para visitantes e imprensa está disponível no link abaixo:

http://www.cienciarn.com.br/arquivos/programacao_cienciarn_2013.pdf

Celebração do dia do professor reúne artista, servidores e convidados

Uma viagem onde os tripulantes seguiam por mares nunca antes desbravados rumo a um reencontro com a história. Assim foi a homenagem feita pela Secretaria de Estado de Educação aos professores e técnicos na tarde de ontem (15), realizada na Escola de Governo. Com a apresentação do ator Tony Carreira, o dia do professor foi marcado pelo espetáculo Navegar é preciso, peça teatral que narra de forma envolvente as aventuras que nossos antepassados desbravaram os oceanos e deixaram seus legados.

Para abrir o espetáculo à secretária de Educação, profª Betania Ramalho falou sobre o papel do professor em uma sociedade mais justa e na vida do estudante: “Somos muito exigentes, pois sabemos que nossa missão é nobre. Ao formamos pessoas temos em nossas mãos a missão de construir uma sociedade melhor, para isso devemos sempre darmos o melhor de cada um de nós, afinal, somente assim deixaremos nossa contribuição.”

Ainda em suas palavras, a secretária Betania Ramalho pediu a todos uma reflexão diante do espetáculo Navegar é Preciso: “Nesse dia especial desfrutemos dessa peça e realizemos um comparativo com nossas profissões. Até que ponto cada um está comprometido com a ‘caravela’ da educação? Nós, enquanto educadores, temos este compromisso, de tocar o barco para frente.”

A apresentação Navegar é Preciso durou pouco mais de uma hora. Ressuscitando as Grandes Navegações do século XV, a peça toca de forma subjetiva em temas como confiança, coragem, solidariedade, amizade entre os povos, história mundial e motivação pessoal. O monólogo encenado pelo ator português Tony Carreira, conhecido nacionalmente por ter participado das novelas Casarão, Locomotivas, Belíssima e Celebridade, todas da Rede Globo de Televisão, fechou uma série de festividades pelo Estado em alusão ao dia do professor.

Para o ator Tony Carreira, a apresentação sempre proporciona uma interação entre orador e público satisfatória: “Nos momentos que a peça interage com o público posso perceber a recepção que eles estão tendo do que é apresentado no palco. Não existe êxito para o artista se seu público não demonstrar satisfação ao assistir a peça. Aqui os professores do RN mostraram-se muito participativos. Confesso que isso me deixa feliz e realizado.”

Finalizando a celebração ocorreu uma sessão de autógrafos do livro que conta a história da peça e do ator.