quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Alunos da rede estadual participam de feiras regionais de Iniciação Científica









Estudantes e professores de sete escolas estaduais da região de Umarizal participam nesta quinta-feira (12), das 8h às 17h, da terceira edição da Feira de Ciências da 14ª DIRED. Realizado em parceria da Secretaria de Estado da Educação com a Universidade Federal Rural do Semi-Árido – UFERSA, por meio do programa de extensão Ciências para Todos, o evento reunirá 50 projetos de iniciação científica, no Ginásio José Antonio de Oliveira, de Umarizal. A entrada é franca.

Durante a exposição, os trabalhos serão avaliados por uma comissão julgadora e poderão se inscrever na 3ª. Feira de Ciências do Semiárido Potiguar, que acontecerá em Mossoró, no período de 16 a 18 de outubro. Na ocasião, os melhores projetos ganharão bolsas de estudo e poderão concorrer à vaga para participar da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia - FEBRACE, que acontece todos os anos nas dependências da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo - USP.


Na última terça-feira (10), foi a vez dos estudantes de 16 escolas estaduais da região de Apodi apresentarem seus projetos. A 3ª edição da Feira de Ciências da 13ª DIRED ocorreu no Ginásio Wilson Custódio Maia, em Apodi, reunindo 213 alunos, em 71 projetos de iniciação científica. Nesta quarta-feira (11), os estudantes da regional de Angicos – 8ª DIRED, também apresentaram seus trabalhos. A exposição de 34 projetos de iniciação científica, desenvolvidos por estudantes do ensino médio, ocorreu no Ginásio Poliesportivo Francisco Soares Filho.

Centro Integrado RN VIDA será implantado no CAIC Lagoa Nova

O Governo do Estado comemora nesta quinta-feira (11), o primeiro aniversário do programa estadual RN VIDA – Não às Drogas. Para marcar a data, a partir das 16h, no Caic Lagoa Nova, será implantado o Centro Integrado de Esporte e Cultura RN VIDA, que oferecerá, entre outras atividades, escolinhas de esporte e lazer para os alunos da rede estadual de ensino.

A cerimônia irá reunir estudantes de escolas estaduais da capital e do interior. Na programação, estão inseridas apresentações culturais de alunos das escolas estaduais Senador João Câmara, de Passa e Fica, e Diógenes Cunha Lima, de São José de Campestre, além da participação da Banda do PROERD, o Programa Educacional de Resistência às Drogas.

As ações do RN VIDA são voltadas ao atendimento de usuários e dependentes de drogas e seus familiares, envolvendo a capacitação de profissionais da educação, da saúde, da assistência social e do sistema de segurança e defesa social. Além da atuação através dos vários grupos articuladores, o RN VIDA também oferece mecanismos para que a população possa dar informações e denúncias que ajudem os órgãos de segurança a coibir o tráfico de drogas.

Natal sedia Encontro Nacional de Educação de Jovens e Adultos


Foi aberta na noite desta terça-feira (10), a 13ª edição do Encontro Nacional de Educação de Jovens e Adultos – ENEJA, que acontece em Natal. A cerimônia de abertura ocorreu na Escola de Governo e contou com a participação de aproximadamente 1.000 convidados, em sua maioria, das delegações dos 26 estados do país e do Distrito Federal. Eles foram recepcionados pelas anfitriãs do encontro, a secretária de Estado da Educação, professora Betania Ramalho, e a presidente do Fórum Potiguar de EJA, Maria Erineide de Almeida.

Em sua fala, a professora Betania Ramalho lembrou que, por decreto da governadora Rosalba Ciarlini, o Rio Grande do Norte vivencia o Ano Paulo Freire da Educação. “Estamos comemorando os 50 anos da experiência das 40 horas de alfabetização de Jovens e Adultos, em Angicos. E não apenas isso. No último mês de abril, um pacto foi firmado pela Educação de Jovens e Adultos, com instituições de ensino superior, secretarias de Estado do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco, e iniciamos a reformulação das políticas de EJA do Rio Grande do Norte, a partir do pensamento freireano.”


A secretária ressaltou ainda que o ENEJA é um ponto de encontro de pessoas que há anos estão na EJA, em todo o país. “Daqui, espero uma redefinição da política pública de EJA, para dar um salto qualitativo a essa população, que só tem um caminho para resolver os seus problemas sociais, que é a Educação. É importante sairmos com metas traçadas para colocarmos em prática a curto, médio e longo prazo.”

Para a representante do Fórum Potiguar de EJA, Maria Edineide de Almeida, o ENEJA é um espaço para criar instrumentos de pressão política, que interfiram nas políticas públicas de Educação de Jovens e Adultos nas esferas municipal, estadual e federal. “Os encontros nacionais possuem grande importância para a manutenção do debate e da mobilização em torno do atendimento educacional aos jovens e adultos no Brasil.”

Representante dos Fóruns de EJA do Brasil, o professor Newton Carlos Teixeira, disse que o compromisso dos fóruns está ligado a uma educação para a população excluída. “Muitos dos que estão aqui, como eu, que vim do Amazonas, no Norte do Brasil, há 14 horas de viagem, vieram para dizer aquilo que querem para a Educação de Jovens e Adultos. Precisamos sair daqui com propostas que sejam viáveis.”

O secretário executivo adjunto do MEC, Francisco das Chagas Fernandes, presidente do Fórum Nacional de Educação, lembrou que a presidente Dilma Roussef sancionou recentemente a lei dos Royalties do Petróleo para a Educação e agora os debates nacionais em Educação se voltam para o Plano Nacional de Educação. “Sobre o Plano, temos duas questões polêmicas, que são a meta da inclusão e o conceito de investimento público em Educação. Espero que possamos avançar nesses dois pontos com as discussões.”

Francisco das Chagas ressaltou ainda que o governo chileno vai entregar ao governo brasileiro, o manuscrito do livro Pedagogia do Oprimido, escrito por Paulo Freire. “Isso deverá ocorrer durante a Conferência Nacional de Educação 2014, que terá como tema os 50 anos das 40 horas de Angicos, com a possível participação dos ministros de Educação dos países por onde Paulo Freire passou.”


Durante a abertura do ENEJA, ocorreu ainda a entrega da medalha Paulo Freire a escolas com experiências exitosas em EJA e o lançamento regional do selo personalizado e carimbo comemorativo da experiência educacional do método Paulo Freire, em Angicos. Segundo o diretor regional dos Correios, José Alberto Brito, que participou da cerimônia, “as peças fazem parte da programação para comemorar esse que é um dos maiores projetos de combate ao analfabetismo do país. Esperamos, com isso, contribuir com os esforços de uma educação transformadora, como a de Paulo Freire.”


As atividades do Encontro Nacional de Educação de Jovens e Adultos seguem até a próxima quinta-feira (13), com palestras e debates sobre o tema, no auditório do Hotel Pirâmide, na via Costeira. Essa é a primeira vez que Natal sedia uma edição do ENEJA, que a partir deste ano será bienal.