segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Alunos do Estado conquistam vaga para final da Olimpíada Brasileira de Robótica


Essa segunda-feira (19) foi um dia de comemorações para o Centro Estadual de Educação Profissional Senador Jessé Pinto Freire – CENEP. A escola da rede estadual conquistou o segundo lugar na etapa regional da Olimpíada Brasileira de Robótica, que ocorreu neste domingo, no auditório do Centro de Tecnologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN. Com o desempenho, o CENEP ficou à frente de mais de trinta colégios particulares da capital e do IFRN, conquistando vaga para a etapa nacional da Olimpíada. O primeiro lugar ficou com o Colégio Salesiano.

Da Secretaria de Estado da Educação, a equipe da escola contou com um investimento de aproximadamente R$ 10 mil, para a compra dos equipamentos utilizados no robô, totalmente produzido pelos alunos. Essa foi a primeira vez que os estudantes João Paulo Rodrigues, Yuri Xavier, Matheus Costa e Yuri Victor de Medeiros, participaram da competição. A orientação foi do professor Alexandre Amaral. “Estamos muito felizes com o resultado. Esse segundo lugar tem gosto de primeiro, pelo nível das escolas que estavam competindo com a gente”, enfatizou o estudante João Paulo, líder da equipe.

“Nossos alunos e professores, quando motivados por meio de projetos como esse, normalmente revelam ter desempenhos que se equiparam aos dos estudantes das escolas privadas. É por isso que temos investido bastante nos projetos de iniciação científica e novas tecnologias. Destaco ainda que são os professores e gestores que levam nossos estudantes a acreditarem em seu potencial cognitivo. Parabéns ao CENEP, pelo excelente resultado”, comemorou a secretária Betania Ramalho.


Entre outras tarefas, os robôs que disputaram a etapa regional precisaram seguir determinados traçados, realizar manobras, ultrapassar obstáculos, subir rampas e transferir objetos de lugar, no menor tempo e com o menor número de erros possível. Eles foram elaborados pelos próprios alunos, em projetos que envolviam disciplinas como física e informática.

O que é a OBR?
A Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) é uma das olimpíadas científicas brasileiras apoiadas pelo CNPq que utiliza-se da temática da robótica – tradicionalmente de grande aceitação junto aos jovens – para estimulá-los às carreiras científico-tecnológicas, identificar jovens talentosos e promover debates e atualizações no processo de ensino-aprendizagem brasileiro. A OBR destina-se a todos os alunos de qualquer escola pública ou privada do ensino fundamental, médio ou técnico em todo o território nacional, e é uma iniciativa pública, gratuita e sem fins lucrativos.

Professores grevistas estão retornando às salas de aula

Em todo o Estado, aumentou o número de professores grevistas que estão retornando para as salas de aula. Em Apodi, a assembléia que o Sindicato dos Trabalhadores em Educação – SINTE, realizou na última sexta-feira (16), terminou com a decisão pelo fim da greve na regional, segundo informações da 13ª DIRED, que acompanhou o encontro.

Em Pau dos Ferros, uma nova assembléia foi realizada pelo SINTE, no entanto, mais uma vez faltou quorum para deflagração da greve na regional. Em Mossoró, segundo levantamento da 12ª DIRED, na última sexta-feira, o índice de adesão à paralisação era de 4%, enquanto na Grande Natal, menos de 10% das escolas continuam paradas. Os números e as decisões das assembléias regionais revelam que a greve não se consolidou.

Escola Estadual recebe Prêmio FIERN Construindo a Nação


A Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte realizou a entrega do Prêmio Construindo a Nação aos vencedores locais. No Estado, foram selecionados 15 dos 54 projetos apresentados. Criado pelo Instituto da Cidadania Brasil, em parceria com a CNI e o Serviço Social da Indústria, o objetivo do prêmio é estimular escolas públicas e privadas a desenvolverem ações que contemplem temas voltados à prática da cidadania.

A Rede de Estadual de Ensino esteve representada com projetos voltados para questões sócio-educativas, artísticas e de aprendizado, sendo que a Escola Estadual Raimundo Soares, de Natal, por meio do projeto Ensinando com arte conquistou o primeiro lugar na categoria Ensino Médio, seguida da Escola Estadual Cristóvão Colombo de Queiroz, da cidade de Dr. Severiano. Na foto o professor Bruno Lima recebe o prêmio em nome da Escola Raimundo Soares.

A realização desta edição do Prêmio Construindo a Nação foi uma ação conjunta do Instituto da Cidadania Brasil e da Confederação Nacional da Indústria, através do Conselho Permanente de Responsabilidade Social, SESI Nacional e SESI/DR/RN. O presidente do Instituto, Paulo Saab, deixou em vídeo um recado aos participantes: “A cada ano mais projetos são desenvolvidos. Vamos construir a nação e fazer um Brasil melhor”.

A escola Raimundo Soares terá sua história e métodos de ensino apresentados em um documentário a ser gravado em setembro pela TV Escola devido seus êxitos e destaques nacionais. A Secretaria de Estado de Educação vem contribuindo para que projetos como esse sejam exemplos para todas as escolas da rede, dando aos professores e alunos envolvidos o reconhecimento merecido.