segunda-feira, 22 de julho de 2013

Estudantes vão a Londres para apresentarem projetos de iniciação científica


Alunos demonstram o processo de eletrofloculação a secretária Betania Ramalho

Entre os dias 24 de julho a 7 de agosto deste ano ocorre no Reino Unido, o Fórum Internacional London Youth Science 2013. Fórum voltado para a iniciação científica, contará com a participação de duas escolas da rede estadual de educação na delegação potiguar. Os estudantes embarcarão amanhã, dia 23, do Aeroporto Internacional Pinto Martins (Fortaleza) rumo a Londres, cidade-capital que sediará o fórum.

Um dos grupos participante conquistou no ano passado o primeiro lugar na Feira Internacional de Ciências do Equador, com um trabalho sobre a Energia Eólica. Jonas Medeiros de Paiva, Marcondes Matheus de Morais e Flávia Kaline de Paiva, estudam na Escola Estadual 11 de Agosto, de Umarizal, e agora apresentaram uma análise empírica da diminuição do nível de poluição da água com a técnica de eletrofloculação. O professor orientador também é o mesmo que conquistou o prêmio no Equador, José Everton Pinheiro.



Após pesquisa, raspa de juazeiro mostrasse eficaz no tratamento dentário
Foto: Ney Douglas

O segundo trabalho que conquistou o passaporte para o fórum londrino foi o que demonstrou a eficácia do uso da raspa da casca do juazeiro no tratamento dentário. Francisco Paulo Ramon Rocha, Thais Oliveira e Taianny Oliveira Almeida, são da Escola Estadual Moreira Dias, de Mossoró. Orientados pela professora Maria do Socorro de Sousa Freire, eles chegaram a desenvolver um creme dental com embalagem comercial para demonstração na feira e agora estudam uma forma de abrir sua própria empresa para vender o 
produto.


Toda uma preparação foi necessária para que os alunos pudessem participar do fórum em Londres, como curso de conversação em língua inglesa, conhecimento da cultura londrina e acompanhamento dos alunos para mais esse importante passo nas jornadas dos alunos da rede estadual. A Secretaria de Educação apoia e incentiva seus alunos para que mais estudantes possam despontar em todas as áreas das ciências da natureza.  

Durante o fórum os estudantes terão a oportunidade de interagir com trabalhos de outros países, participarem de mini-cursos, palestras e debates, estudos dos temas que estão na vanguarda com a presença de especialistas internacionais, contato com jovens de mais de 50 países e para parte dos alunos será a primeira grande oportunidade de uma experiência internacional. 

Professores cedidos ao SINTE não se apresentam e tem o ponto cortado

A Secretaria de Estado da Educação anuncia o corte do ponto dos professores cedidos ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte, que deveriam ter retornado às suas atividades nas escolas e até o momento não se apresentaram. Mesmo notificado, o SINTE não prestou qualquer tipo de informação à SEEC sobre a apresentação desses profissionais.

No dia 28 de junho, seguindo recomendação do Ministério Público, a secretaria enviou notificação ao sindicato, convocando imediatamente para reassumir suas funções junto às escolas da rede estadual todos aqueles servidores e professores atualmente afastados para o exercício de funções junto ao SINTE/RN, bem como aqueles que estejam afastados por mais de dois mandatos consecutivos. Segundo a legislação estadual, somente três servidores podem ser cedidos.

A recomendação, assinada pelo promotor Paulo Batista Lopes Neto, foi publicada no Diário Oficial do Estado do dia 27 de junho de 2013 e tem como base jurídica a Lei Complementar Estadual Nº 122/94. A legislação diz que “somente podem ser licenciados os servidores eleitos para cargos de direção ou representação nas referidas entidades, até o máximo de 03 (três) por entidade”; e que “a licença tem duração igual à do mandato, podendo ser prorrogada, no caso de reeleição, e por uma única vez”.

Segundo o Ministério Público, ficou evidenciada a existência de pelo menos 35 servidores da Secretaria de Estado da Educação afastados para exercerem funções junto ao sindicato, alguns deles por tempo superior a dois mandatos. Para o MP, além de afrontar diretamente as disposições da Lei Complementar Estadual 122/94, “o afastamento de um grande número de servidores da secretaria deixa lacunas nas escolas, salas de aula e outros setores administrativos da pasta, comprometendo a eficiência e a regularidade do serviço público de educação”.

A secretária Betania Ramalho diz que é favorável à decisão do Ministério Público, já que o sindicato tem condições de manter sua estrutura. “O sindicato tem um orçamento que ultrapassa os R$ 350 mil por mês, somente com a consignação dos descontos na folha dos professores e servidores do Estado. Isso dá um total de R$ 4,5 milhões por ano, sem levar em conta as contribuições dos professores e servidores das redes municipais. Com esses recursos, é possível promover uma articulação sem a necessidade de tantos funcionários retirados das escolas. Até porque uma das principais reivindicações permanentes do sindicato é a presença do professor em sala de aula.”

Obra do Centro Educacional e Tecnológico do Pitimbu está com 51% das obras concluídas

A entrega do Centro de Educação Profissional e Tecnológico, no bairro do Pitimbu, vai acontecer dentro do prazo previsto pelo Governo do Estado. Com 51% de suas obras concluídas, o cronograma de construção do Centro previa sua entrega para o primeiro semestre de 2014, no mês de fevereiro. O andamento das obras foi acompanhado pelas secretárias estaduais de Infraestrutura e de Educação, Kátia Pinto e Betânia Ramalho, no início da manhã de hoje (18).

As secretárias conferiram os serviços que estão sendo realizados atualmente: a cobertura do ginásio poliesportivo, acabamento do piso e dos revestimentos do auditório e a obra de alvenaria do 2º pavimento do bloco de sala de aula. O Centro Tecnológico está orçado em R$ 7,1 milhões e terá 12 salas de aula, auditório para 200 pessoas, 6 laboratórios, ginásio com vestiários e arquibancada para 500 pessoas, biblioteca, sala de professores e direção, banheiros, cozinha, cantina, refeitório, estacionamento e guarita.

Para a secretária Kátia Pinto, o Governo está cumprindo com sua promessa: “vamos conseguir entregar o 1º Centro profissionalizante do RN dentro do prazo previsto e logo estaremos dando andamento aos outros 9 Centros que estão espalhados pelo nosso Estado”.

Além da construção do Centro do Pitimbu, outros núcleos profissionalizantes serão construídos: um na Zona Norte, no bairro do Parque dos Coqueiros; e em mais 8 cidades do Rio Grande do Norte: Ceará-Mirim, Parnamirim, Macaíba, Extremoz, São Gonçalo, Alto do Rodrigues, Mossoró e Tibau do Sul.

A estrutura educacional será voltada ao ensino de jovens e adultos e vai oferecer cursos de Ensino Médio Integrado (Nível Médio Regular associado ao Ensino Técnico Profissional) e modalidades subsequentes (cursos profissionalizantes), em que a Secretaria Estadual de Educação irá definir quais serão ofertados, levando em consideração as oportunidades de cada região.