domingo, 7 de abril de 2013

Escola Estadual com IDEB superior à média nacional recebe visita da governadora em Jardim do Seridó

Em uma das visitas realizadas pelo Seridó durante toda esta sexta-feira (5), a governadora Rosalba Ciralini conheceu de perto a realidade de alunos da Escola Estadual Antônio Azevedo, uma das referências em educação no Rio Grande do Norte. O colégio centenário está localizado em Jardim do Seridó e na última avaliação, de acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), a instituição foi avaliada com 5.1, superando a média nacional para alunos do ensino fundamental.

O valor é superior até mesmo à meta traçada para 2013, que era de 4.9 e a instituição teve um salto qualitativo. Em 2009, o IDEB da mesma escola era de 3.7. Parte do desenvolvimento do colégio está na estrutura que os 411 alunos matriculados no corrente ano dispõem. Todos eles, sendo 213 do ensino fundamental, do 1º ao 6º ano, e 198 da Educação de Jovens e Adultos (EJA), têm à disposição laptops para desenvolvimento de atividades pedagógicas dentro do projeto do Ministério da Educação chamado “Um Computador por Aluno (UCA). A Escola Antônio Azevedo ainda conta com rede wireless e salas de aula, biblioteca e sala de vídeo climatizadas.

Para a diretora Maísa Maria, os resultados obtidos no IDEB, bem como o desempenho dos alunos, andam aliados a outros pontos. “A nossa escola centenária tem um diferencial: a comunidade confia muito no nosso trabalho e o Conselho Escolar se reúne mensalmente para discutir os problemas, apontar soluções de ensino e dar sugestões para que possamos continuar evoluindo na qualidade do ensino”, comentou.

Governo do Estado entrega tablets educacionais aos professores da rede estadual





O Governo do Estado iniciou a informatização da rede estadual de ensino nesta quinta-feira (4), com a entrega dos novos tablets educacionais às escolas. A primeira distribuição dos equipamentos foi realizada no Centro Estadual de Educação Profissional Senador Jessé Pinto Freire - CENEP, em Petrópolis, zona leste de Natal. Os novos equipamentos adquiridos pelo Governo vão auxiliar o trabalho dos professores, substituindo o sistema do diário de classe tradicional por um programa virtual, além de apoiar o ensino de disciplinas e pesquisas educacionais.

A aquisição dos 6.065 tablets foi realizada por meio de termo de cooperação com o Governo Federal, um investimento de mais de R$ 2 milhões. 4.301 tablets de 7 polegadas serão entregues aos professores e os outros 1.764, de 10 polegadas à direção das escolas estaduais. A distribuição dos equipamentos vai continuar sendo feita em escolas localizadas em outras áreas da cidade. Uma segunda etapa da modernização está sendo preparada para que os alunos também tenham acesso aos equipamentos.

"Esses tablets que chegam agora as mãos desses professores é uma mostra que o estado está investindo em educação, queremos modernizar, agilizar a escola com a entrega desses equipamentos. Todos nós temos que nos adequar e avançar junto com essas tecnologias e eu quero que em breve essa modernização também chegue aos professores do ensino fundamental e em seguida, no segundo semestre, vamos tentar conseguir para os alunos do ensino médio. Vamos facilitar a vida dos alunos e dar mais incentivo e estímulo as nossas crianças e jovens potiguares", afirmou a governadora.

Segundo a secretária de Educação, Betania Ramalho agora as aulas poderão ser preparadas no tablet e apresentada por meio de uma lousa digital, espécie de retroprojetor combinado com computador, que muitas escolas já usam desde o ano passado. "Existe uma programação preparada pelo Ministério da Educação para que o professor se aproprie das orientações, a formação vai acontecer ao longo deste mês e acredito que será como uma formação continuada para que se tenha o acesso permanente às novas tecnologias. É importante que o professor leia as informações que estão na página do Ministério da Educação", concluiu a secretária.

Os tablets são acompanhados por uma capa protertora e são equipados com sistema operacional android, 512 megabytes de memória RAM, 16 gigas de memória, acesso à internet através de rede wi-fi e bluetooth.

Governadora começa a entregar tablets para os professores de Ensino Médio da rede estadual


Os professores de Ensino Médio da rede estadual vão começar a receber os tablets educacionais adquiridos pelo Governo do Estado para apoiar o trabalho dos educadores em sala de aula. A distribuição dos equipamentos será realizada por polos. A primeira entrega será feita pela governadora Rosalba Ciarlini, para os professores das escolas da Zona Leste de Natal, a partir das 10h desta quinta-feira (04), no Centro Estadual de Educação Profissional Senador Jessé Pinto Freire – CENEP, em Petrópolis.

Por meio de convênio com o Governo Federal, foram investidos mais de R$ 2 milhões na compra de 4.301 tablets de 7 polegadas para os professores que atuam em sala de aula, e 1.764 tablets de 10 polegadas, para a direção das escolas. As ferramentas foram fabricados no Brasil, possuem bateria com duração de 6 horas, peso abaixo de 700 gramas, tela multitoque, câmera e microfone para trabalho multimídia, saída de vídeo, conteúdos pré-instalados, entre outras características.

Segundo a secretária de Estado da Educação, professora Betania Ramalho, com o novo equipamento, o professor poderá preparar as aulas, acessar a internet e consultar conteúdos como revistas pedagógicas e livros que estarão instalados no equipamento. “Também estarão disponíveis conteúdos para aulas de disciplinas como Física, Matemática, Biologia e Química”.

“As aulas preparadas no tablet poderão ser apresentadas por meio da lousa digital, espécie de retroprojetor combinado com computador, que muitas escolas já usam desde o ano passado. A novidade irá tornar as atividades da escola mais atrativas para o professor e para os adolescentes, por isso o esforço do governo, com o objetivo maior de melhorar o ensino médio”, concluiu a secretária.

Em Angicos, governadora assina pacto Paulo Freire pela educação de jovens e adultos



Nesta terça-feira (2), o Rio Grande do Norte reviveu um marco importante para a cultura do estado. Na ocasião das comemorações pelos 50 anos do experimento “40 horas de Angicos”, a governadora Rosalba Ciarlini assinou o pacto Paulo Freire pela educação de jovens e adultos, reconhecendo a importância do educador e do seu estudo como uma das maiores contribuições para o combate ao analfabetismo no estado. A assinatura ocorreu em frente à Escola Estadual José Rufino e faz referência ao decreto publicado no Diário Oficial do Estado na quinta-feira (28), que instituiu 2013 como o ano Paulo Freire da Educação do RN.

A solenidade foi dividida em duas partes. Na primeira, a secretária de Estado da Educação e da Cultura, Betânia Ramalho, assinou, no auditório da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), o pacto em conjunto com parceiros institucionais e sociais, como o Ministério da Educação, Instituições de Ensino Superior como a UFERSA, UFRN, UERN, IFRN, UFPB, UFPE; a UNDIME, a Prefeitura Municipal de Angicos, o Fórum Potiguar de Educação de Jovens e Adultos (EJA); o Instituto Paulo Freire – IPF e entidades da sociedade civil da área da educação, entre outras. Na última parte, a governadora prestigiou dois documentários que mostraram a importância do método do educador.

De acordo com a governadora Rosalba Ciarlini, as comemorações em homenagem ao cinquentenário do método Paulo Freire fazem justiça a uma metodologia de vanguarda. “O que Paulo Freire fez em Angicos foi uma verdadeira revolução. Em apenas 40 horas, fez muito mais do que apenas alfabetizar as pessoas. Mostrou que era possível elas entenderem melhor o mundo, expressar suas necessidades e carências e expor os deveres de cada um. O método deixou marcas profundas no RN, que foram difundidas para todo o mundo. Com isso, esperamos reformular políticas públicas de alfabetização, que faça o nosso Brasil sair da escuridão do analfabetismo e encontrar uma luz de esperança”, declarou.

A secretária Betânia Ramalho ressaltou a importância do momento e falou que a situação é de festa, mas, sobretudo, de reflexão em relação às melhorias na educação. “Estamos celebrando um evento que ganhou repercussão mundial. Angicos é muito mais do que uma referência ao método, consagrado mundialmente por meios dos escritos. Temos que nos aproximar cada vez mais do legado e fazer justiça ao seu pensamento libertador e de vanguarda. O reconhecimento a isso é muito importante”.

No final do evento, a governadora ainda visitou a Escola Estadual José Rufino, um dos locais onde ocorreu a experiência, e acompanhou um pouco da cronologia de Paulo Freire. A chefe de Executivo Estadual esteve acompanhada, dentre outras autoridades, do filho de Paulo Freire, o sociólogo Lutgardes Costa Freire; do prefeito de Angicos, Júnior Batista e do presidente da Femurn e prefeito de Lajes, Benes Leocádio.

PACTO PAULO FREIRE 
O pacto é um instrumento de governança entre poder público e sociedade civil e, entre outros pontos, prevê mobilizar a construção de planos estaduais Educação de Jovens e Adultos (EJA), partindo de diagnósticos, metas e estratégias; plano nacional de EJA para Angicos; organização de processos de formação e coordenação de EJA em pós-graduação com possibilidade de adoção da política de educação à distância com proposta curricular inovadora que inclui saúde, trabalho, cultura, tecnologia, meio ambiente, direitos humanos e cidadania.