quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Secretária da Educação orienta professores da Escola Estadual Lourdes Guilherme



Dando seguimento a uma política de aproximação com as escolas, a secretária de Estado da Educação, professora Betania Ramalho, participou no final desta terça-feira (26), da Jornada Pedagógica da Escola Estadual Lourdes Guilherme, do conjunto Jiqui, em Natal. Para os professores e equipe pedagógica, fez palestra sobre o plano de metas da Secretaria e da escola e sobre a flexibilização do currículo do Ensino Médio.

Acompanharam a secretária, o assessor pedagógico da Secretaria, professor Isauro Beltan, e a subcoordenadora de Ensino Médio, professora Aliete Bormann. Eles participaram da conversa com os professores, apresentando orientações para o projeto pedagógico da unidade, no sentido de tornar o currículo da escola mais interessante para o aluno, evitando entre outros pontos, a evasão escolar.

Os professores ouviram as orientações com atenção e também apresentaram suas opiniões sobre o modelo de escola que precisa ser alterado para conquistar um aluno que nasceu na era das Tecnologias da Informação e Comunicação. Segundo a secretária, esses estudantes já não se interessam mais pela forma tradicional como os conteúdos são apresentados e a escola precisa acompanhar essa mudança.

Betania Ramalho também ressaltou a importância de discussões como essa. “É importante essa interação com o professor para discutir o trabalho realizado nas escolas. Não é a escola que deve procurar a secretaria. É a secretaria que deve procurar a escola para dar suporte às necessidades de atendimento ao aluno. É na escola onde a Educação realmente acontece, e por isso, tenho buscado levar as equipes da secretaria para além das paredes do órgão central”, ressaltou a professora.

REFORMA
A Escola Estadual Lourdes Guilherme se prepara para iniciar o ano letivo no próximo dia 4 de março. Segundo a diretora, Maria das Graças, a unidade elaborou um calendário diferenciado, devido a conclusão da reforma do prédio. A unidade é uma das 22 escolas que estão com reforma em curso, no Estado. Outras 22 estão com obras previstas para serem iniciadas em março, além das 169 que foram recuperadas em dois anos de governo.