terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Organizações Sociais parabenizam Educação por Jornada do Campo e da Diversidade

O núcleo de Educação para o Campo, da Secretaria de Estado da Educação, ainda colhe os resultados da Jornada Pedagógica que discutiu Educação do Campo e da Diversidade.  Professores e representantes das classes indígenas, quilombolas, assentados, ciganos e matrizes africanas parabenizaram os técnicos envolvidos pela organização do evento, que ocorreu no final de novembro, no auditório Angélica Moura.

De acordo com a subcoordenadora de Educação de Jovens e Adultos, da SEEC, professora Ednaide Rêgo, do encontro saíram propostas pedagógicas que estarão inseridas no projeto pedagógico da secretaria para 2013. “Essas jornadas são importantes porque contribuem para a implantação da legislação que trata das políticas inclusivas e afirmativas da Educação nacional. E o enfoque é étnico-racial.”

“As propostas sugeridas foram tão bem aceitas que algumas diretorias regionais de Educação já estão preparando suas jornadas, para fazer com que essas orientações cheguem a todas as escolas do Estado”, ressaltou Ednaide Rêgo. A professora destacou ainda que a jornada também serviu para apresentação de experiências exitosas em comunidades quilombolas de Macaíba e do programa Saberes da Terra.

Escola de Enfermagem da UFRN é parceira da Educação no Pronatec


A secretária de Estado da Educação, professora Betania Ramalho, participou da solenidade de conclusão dos cursos profissionalizantes de Higienista de Serviços de Saúde e Auxiliar em Administração de Redes, oferecidos pela Escola de Enfermagem da UFRN, em parceria com a Secretaria de Educação. Os cursos foram criados através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego - PRONATEC.

8 mil potiguares são alfabetizados pelo RN Caminhando em 2012



A secretária de Estado da Educação, professora Betania Ramalho, participou do encerramento das atividades do programa RN Caminhando/Brasil Alfabetizado 2012, que ocorreu no Centro Municipal De Referência Em Educação – CEMURE. De acordo com a coordenadora do programa no Estado, Clotilde Godeiro, no ano de 2012, foram alfabetizados aproximadamente 8 mil potiguares.

No auditório do CEMURE e no Instituto de Formação Profissional Presidente Kennedy - IFESP, professores alfabetizadores apresentaram relatos de experiências com o programa por todo o Estado. Realizado desde 2003, o Brasil Alfabetizado é voltado para a alfabetização de jovens, adultos e idosos. O atendimento é prioritário a municípios que apresentam taxa de analfabetismo igual ou superior a 25%. Esses municípios recebem apoio técnico na implementação das ações do programa, visando garantir a continuidade dos estudos aos alfabetizandos.

Estudantes do RN vencem Olimpíada de Língua Portuguesa



A Educação Pública do Rio Grande do Norte foi um dos destaques da Olimpíada de Língua Portuguesa, que teve o seu resultado final divulgado nesta segunda-feira (10). O Estado conquistou o primeiro lugar em duas categorias. Na categoria Artigo de Opinião, a estudante Taiana Cardoso Novais, da Escola Estadual Professor José Fernandes Machado, de Natal, saiu vencedora com o texto “Natal: Noiva do Sol, Amante da Prostituição”. Ela foi orientada pelo professor Ladmires Luiz Gomes de Carvalho, que já havia conquistado um bom resultado na edição anterior.

Já o primeiro lugar na categoria Poema veio para o estudante Henrique Douglas de Oliveira, da Escola Municipal Ariamiro Germano da Silveira, do município de José da Penha. Orientado pela professora Simone Bispo de Moura Costa, ele escreveu o poema “Ô de casa?!”. Além da medalha, os alunos premiados receberão notebook e impressora. Já as escolas nas quais eles estudam receberão laboratórios de informática com 10 computadores, impressora, projetor e telão, além de livros para biblioteca.

A Olimpíada de Língua Portuguesa premiou os cinco estudantes vencedores nacionais em cada categoria. Na grande final, em Brasília, 38 candidatos concorriam nas categorias Poema, Memórias, Crônica e Artigo de Opinião. Do Rio Grande do Norte, sete estudantes conquistaram espaço na última etapa.

Além de Taiana Cardoso e Henrique Douglas, concorriam Diego Sousa Guimarães, da Escola Estadual Ainda Ramalho, de Mossoró, na categoria Artigo de Opinião; Eridiany Aparecida Gonçalves, da Escola Estadual Tarcísio Maia, de Pau dos Ferros, na categoria Memórias Literárias; Larissa Rebeca Araújo, da Escola Estadual Teônia Amaral, de Florânia; Maria Klívia Melo, da Escola Municipal Professora Nair Fernandes Rodrigues, de Assú, e Vinícius Henrique Silva, da Escola Municipal Elisiario Dias, de São Miguel, todos na categoria Crônica.

Iniciativa do Ministério da Educação e da Fundação Itaú Social, a Olimpíada de Língua Portuguesa desenvolve ações de formação de professores com o objetivo de contribuir para a melhoria do ensino da leitura e escrita nas escolas públicas brasileiras. A cada biênio, nos anos pares, o projeto realiza um concurso de produção de textos que premia as melhores produções de alunos de escolas públicas de todo o país.

Coordenado pelo Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária - CENPEC, o projeto tem como parceiros o Conselho Nacional de Secretários de Educação - CONSED, a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação – UNDIME, e o Canal Futura.

Ex-estudante da rede estadual recebe medalha do Mérito Câmara Cascudo



O estudante Danilo Bezerra Vieira, 18 anos, recebeu na manhã da última segunda-feira (10) a medalha do Mérito Cultural Câmara Cascudo. A entrega foi feita pelas mãos do Deputado Estadual Fernando Mineiro (PT), no plenário da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Danilo é ex-aluno da Escola Estadual Ronald Neo Júnior, onde cursou o Ensino Médio.

O prêmio foi regulamentado pela casa no ano de 2004 e desde então vem fazendo referência aos destaques potiguares em vários âmbitos sociais representados. Além dos deputados, vereadores e membros da justiça, estiveram presentes a governadora do estado, Rosalba Ciarlini e a secretária de Educação Betânia Ramalho.

A medalha recebida por Danilo Bezerra foi o reconhecimento pela construção e manutenção da Biblioteca Comunitária Juscelino Kubitschek, dentro de sua casa, no sítio Três Altos, município de Almino Afonso. Sobre o prêmio, Danilo Bezerra disse estar bastante satisfeito com o reconhecimento. “A medalha é uma forma de reconhecer o trabalho que vem sendo desenvolvido, além de ser uma prestação de serviço ao estado”, falou.

A Biblioteca JK pode aumentar o espaço com a construção de uma nova sede em Almino Afonso, em parceria com o governo do Rio Grande do Norte, que está estudando a possibilidade de construção do espaço.

Atualmente Danilo Bezerra é aluno do curso de Comunicação Social, com habilitação em jornalismo, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).