quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Potiguar finalista do Prêmio Jabuti lança novo livro


Uma das dez finalistas nacionais do Prêmio Jabuti de Literatura Infantil, a professora da rede estadual, Salizete Freire Soares, se prepara para lançar mais um livro. Após conquistar uma vaga na final do prêmio mais importante da literatura brasileira, a escritora lança na próxima segunda-feira (15), a partir das 16h, no auditório do SESC Cidade Alta, o livro “Tudo vira outra história”.

"Na natureza nada se cria e nada se perde, tudo se transforma". A frase famosa de Lavoisier bem inspirou o novo livro de Salizete. Tudo vira outra história, jeito poético para falar da renovação constante na natureza, é construído através do advérbio Cadê.

Usando vários recursos das figuras de linguagem, Salizete constrói a narrativa partindo da origem para o produto: a semente que se transformou em árvore; a lagarta que antecedeu a borboleta; o ovo que virou passarinho; o trigo que fez o pão... E encerra com um desfecho sobre o grande mistério da vida e da morte: "Cadê o meu avozinho, de bengala e de chapéu?/ Virou uma estrelinha e foi morar lá no céu".

Mantendo sua capacidade de síntese, a escritora se confirma como poeta em versos justos, sob medida, sem nada mais nada menos, construindo um texto cheio de metáforas e de mensagens. E o que é mais importante para os pequenos: sem se enroscar no léxico.

Salizete Freire Soares é formada em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e desde 1985 trabalha na rede pública de ensino. Atualmente, é coordenadora do Programa do Livro Didático, da Secretaria de Estado da Educação, e está concorrendo ao Prêmio Jabuti de Literatura com a obra “Mundo pra que te quero”.

Em Natal, os livros de Salizete podem ser adquiridos exclusivamente na sede da editora Paulinas, que fica situada à rua João Pessoa, no Centro.

SERVIÇO
O QUÊ: Lançamento do Livro Tudo Vira Outra História
QUANDO: Segunda, 15 de outubro de 2012
ONDE: Auditório do SESC Cidade Alta
Rua: Coronel Bezerra, 33. Natal-RN
Por trás do Colégio Winston Churchill.

Governadora acompanha funcionamento do SIGEduc

Na manhã desta quarta-feira (10), a governadora Rosalba Ciarlini esteve na Escola Estadual Edgar Barbosa, em Natal, onde acompanhou o andamento da atualização da oferta de vagas através do Sistema Integrado de Gestão da Educação Pública - SIGEduc. Neste primeiro momento, iniciado em 1º de outubro, todas as escolas de Natal estão cadastrando no sistema a quantidade de turmas e de vagas, para que o período de matrículas seja iniciado.

O uso do SIGEduc no processo de matrículas das escolas estaduais de Natal significa que o aluno, ou seu responsável, não precisará mais ir à unidade de ensino para reservar uma vaga, já que todo o processo será informatizado a partir de agora. Diante disso, a Governadora reforçou a importância do SIGEduc para organizar todo o processo educacional do Rio Grande do Norte. "Fico muito feliz com esse progresso e é só o primeiro passo, pois ainda temos muitos outros a dar", disse Rosalba Ciarlini, lembrando que toda a rede estadual estará integrada ao SIGEduc a partir de 2014.”

Além disso, o cadastro dos alunos no SIGEduc vai possibilitar à Secretaria de Estado da Educação e Cultura (SEEC) conhecer o perfil do corpo discente e manter um contato direto entre professores, gestores e familiares dos alunos.

De Brasília, a secretária de Estado da Educação, professora Betania Ramalho, informou à governadora que o Ministério da Educação garantiu a liberação de 16 milhões de reais para reestruturação de toda a rede de internet das escolas estaduais, por meio do Plano de Ações Articuladas - PAR. "Ao lado da reitora da UFRN, Ângela Paiva, e dos responsáveis pelo projeto Metrópole Digital, que mapeou a situação da cobertura de internet das nossas escolas, apresentamos um projeto de reestruturação ao Secretário Executivo do MEC, Henrique Paim, que foi prontamente aprovado. Essa é mais uma ação conjunta entre o MEC, a UFRN e a SEEC, que vai proporcionar a plena implantação do SIGEduc em todo Estado.", ressaltou a secretária.

O investimento feito no desenvolvimento e implantação do SIGEduc até agora foi de R$ 700 mil - recursos do Ministério da Educação (MEC) - para customizar e adaptar o software, e mais de R$ 1 milhão investidos pelo Governo do Estado para modernizar a Rede Lógica da SEEC, por onde trafegam os dados da secretaria.

A Governadora esteve na Escola Estadual Edgar Barbosa acompanhada por Joseana Cavalcante e Ilkecia Carvalho, diretora e vice-diretora da instituição - respectivamente -, além de Ana Paula Oliveira, coordenadora do Grupo de Processamento de Dados da SEEC, e de Dinarte Filho, técnico da SigSoft, empresa responsável pela customização do SIGEduc.

TABLETS INTEGRADOS AO SIGEDUC
O SIGEduc também vai levar mais dinamismo às salas de aula. No início de 2013, todos os professores do Ensino Médio da rede pública vão receber um tablet com o aplicativo Diário de Classe. Ligado diretamente ao sistema, ele vai possibilitar aos professores fazerem a chamada sem precisar usar a tradicional lista de papel.

Com o novo Diário de Classe integrado ao SIGEduc, será possível ter mais transparência e acesso aos dados sobre a vida escolar dos alunos por turmas, série e modalidade de ensino.