segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Inovação e grande participação de alunos marcam Feira Regional de Ciências e Tecnologia em Assu

A ciência faz parte da vida e pode ser feita na escola. É o que comprova a I Feira Regional de Ciências e Tecnologia, realizada em Assu nos dias 20 e 21 deste mês, numa promoção da Secretaria Estadual da Educação, em parceria com a 11° Diretoria Regional de Educação e Desporto-DIRED, a UERN e a UFERSA, através do programa Ciência para Todos no Semi-Árido Potiguar. Com o tema “Descubra a ciência feita na sua cidade”, a feira cumpriu o duplo objetivo de despertar a curiosidade científica nos estudantes e
aproximar a prática científica da vida cotidiana.

Em sua primeira edição, a feira teve a participação de onze escolas da rede estadual de ensino, de sete municípios, envolvendo 36 educadores orientadores e 144 alunos do ensino médio, que apresentaram 33 projetos, com temas livres. Os trabalhos demonstraram a utilização do método científico na solução dos problemas formulados por cada grupo, problemas esses sempre relacionados à realidade local.

Inspirada na busca de soluções para os problemas vividos pelas suas comunidades, a feira procurou despertar nos alunos a reflexão coletiva e um olhar inovador, contribuindo para a sua formação e para o desenvolvimento do espírito participativo e cidadão. Para isso, a coordenação pedagógica da 11°DIRED ofereceu aos envolvidos - professores orientadores, coordenadores pedagógicos e escolares, monitores e alunos - oficinas de produção de projetos e um fórum temático, que contou com a participação de professores da Universidade Federal Rural do Semi Árido-UFERSA.

Participaram da Feira, que ocorreu na Praça João Batista, na cidade de Açu, as Escolas Estaduais João Manoel Pessoa e João Tertulino Lopes da cidade de Itajá, Claudeci Pinheiro Torres, de São Rafael, Alcides Wanderley de Carnaubais, Silvestre Vera Barbosa, de Paraú, Professora Adrião Melo, de Campo Grande, João Francisco da Costa, Manoel de Melo Montenegro e Maria da Gloria Azevedo Luna, de Ipanguaçu, e as escolas Juscelino Kubitschek e Padre Ibiapina, da cidade do Assú.

A coordenadora da 11° DIRED, Professora Livanete Barreto, destaca que o evento, que tem o apoio da CAPES, da Fundação de Apoio á Pesquisa do Rio Grande do Norte-Fapern e das prefeituras da região, é um grande passo para a formação escolar na região, ressaltando ainda a curiosidade cientifica e a
relação entre teoria e prática, são fundamentais para a construção do saber que oportuniza grandes realizações.