segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Professores de classes multisseriadas participam de formação

Professores das classes multisseriadas das escolas do campo e técnicos das Diretorias Regionais de Educação (DIRED) participam esta semana da segunda etapa da formação de educadores do programa Escola Ativa, com o tema Alfabetização e Letramento. O curso teve início na manhã desta segunda-feira (10), e contou com apresentações culturais em sua abertura.

No primeiro dia, destaque para palestra "Ensinar e Aprender no Ciclo de Alfabetização", ministrada pela professora especialista Leonor da Costa Fernandes, da SUEF/SEEC, além da palestra "A Escola Ativa na perspectiva da inclusão", com a professora Doutora Susana Maria Cardoso e do relato de experiências com alfabetização em classes multisseriadas.

Na terça-feira (11), haverá estudo do texto "Organização do trabalho pedagógico: Alfabetização e Letramento como eixos orientadores", apresentação das concepções mecanista e psicogenética de Alfabetização e oficina sobre o ambiente alfabetizador.

A programação do terceiro dia de formação, a quarta-feira (12), inicia com a discussão de aspectos Psicolinguísticos da Alfabetização e a socialização das produções dos grupos de trabalho. Haverá ainda leitura dialogada do texto "O que é ser alfabetizado e letrado".

Na quinta-feira (13), uma oficina de trabalho com gêneros textuais abre as atividades da formação, seguida de oficina sobre práticas de leitura e apresentação de trabalhos pelas formadoras.

No último dia de programação, a sexta-feira (14), haverá oficina sobre produção textual, palestra "Planejar é preciso: elaboração de uma rotina para trabalhar com alfabetização" e avaliação do processo de alfabetização. A formação é organizada pela Coordenadoria de Articulação com os Sistemas de Ensino - COASE, da Secretaria de Estado da Educação.




Escola Estadual Presidente Kennedy é finalista nacional do Prêmio de Gestão Escolar




A Escola Estadual Presidente Kennedy, de Natal, está entre as seis finalistas nacionais do Prêmio Gestão Escolar 2012, cujo resultado será divulgado no mês de novembro, em Brasília. Organizado pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação - CONSED, o prêmio está em sua 13ª edição e tem como parceiros a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, as fundações Roberto Marinho, SM, Itaú Social, Victor Civita, institutos Unibanco e Gerdau, Undime, Unesco Cenpec e Ministério da Educação.

Gestora Maria Gorete recebe comenda do Governo do Estado - Foto Márlio Forte

De acordo com a secretária de Educação do Rio Grande do Norte e membro do CONSED, Betania Ramalho, o objetivo do prêmio é estimular o desenvolvimento da gestão democrática e eficaz na escola, com foco no compromisso com o ensino, com a aprendizagem e os resultados das avaliações externas. “Além disso, o CONSED dá oportunidade para as escolas realizarem uma autoavaliação, incentivando o processo de melhoria contínua, com a elaboração de planos de ação.”, concluiu a professora.

A diretora da escola potiguar, Maria Gorete Silva, recebeu o resultado com alegria e disse que é o reconhecimento a um trabalho realizado com o envolvimento de todos. “Nosso diferencial é um projeto político pedagógico bem elaborado e uma equipe bastante comprometida. Toda a equipe da escola está envolvida no cumprimento do PPP. Além disso, nosso apoio pedagógico realiza uma mediação diária do planejar e do fazer, buscando saber individualmente se a criança aprende ou não, e se não aprende, o motivo. O aluno é o grande foco. E para isso sempre pudemos contar com a Secretaria de Educação do Estado. Nós nunca procuramos a SEEC para não sermos atendidos prontamente.”, ressaltou a gestora.

No último mês de agosto, a diretora já havia recebido comenda das mãos da governadora Rosalba Ciarlini e da secretária Betania Ramalho, pela conquista do primeiro lugar na etapa estadual do Prêmio Gestão. Agora, ao lado dos diretores finalistas, ela vai participar de intercâmbio nos Estados Unidos, entre os dias 11 de outubro e 4 de novembro, para aprender como as escolas públicas de lá se planejam e executam suas ações. As seis escolas finalistas do Prêmio Gestão Escolar 2012 receberão o valor de R$ 10 mil e o diploma de “Escola Destaque Nacional”. Já a grande vencedora receberá R$ 30 mil e o título de ”Escola Referência Brasil”.

Segundo a coordenadora do prêmio no Rio Grande do Norte, professora Luciene Urbano, para que as escolas chegassem à etapa final, foram avaliados cinco tipos de referência. “Foram levados em conta os resultados das escolas nos censos, participação junto à comunidade, uso dos recursos e serviços prestados, tratamento a pessoas e estratégia pedagógica. A avaliação final se dará com a comprovação por meio de visita, imagens e atas dos quesitos listados pelo regulamento.”, citou a professora.

Além da Escola Estadual Presidente Kennedy, de Natal, concorrerão ao título de “Escola Referência Brasil” o Centro de Ensino Médio Setor Leste, de Brasília-DF, a Escola Municipal Professora Iracema Maria Vicente, de Campo Grande-MS, a Escola Tomé Francisco da Silva, de Quixabá-PE, o Colégio Estadual Chequer Jorge, de Itaperuna-RJ, e a Escola Estadual Lobo Dálmada, de Boa Vista-RR.