quinta-feira, 5 de julho de 2012

146 novos ônibus vão reforçar o transporte escolar no Rio Grande do Norte

Demis Roussos
Qualificar o transporte escolar, ajudando às prefeituras a prestar o serviço em regime de colaboração, é o objetivo da Secretaria de Estado da Educação, que abriu processo de compra para adquirir 146 novos ônibus neste segundo semestre. Serão contemplados agora todos os municípios que não foram beneficiados no primeiro semestre, com a entrega de 130 ônibus escolares, enquanto outros terão sua frota ampliada.

Com a nova frota, a rede estadual de ensino terá um total de 276 novos ônibus adquiridos somente em 2012, renovando seus veículos e levando transporte escolar de qualidade para todas as regiões do Estado, uma vez que a ferramenta é decisiva para muitos alunos que vivem em zonas rurais distantes das escolas. Serão ônibus de 50 lugares e micro-ônibus de 30 lugares, em que 30 veículos terão tração 4x4, para não ter restrição de acesso a regiões serranas.

A secretária de Educação, Betania Ramalho, agradece ao empenho da governadora Rosalba Ciarlini e da bancada do Rio Grande do Norte, por ter se esforçado para viabilizar a transferência de recursos na ordem de R$ 28.479.200,00, da emenda 71210009, que vão garantir a compra. Os recursos já se encontram na conta da SEEC, que está viabilizando a compra por meio do pregão eletrônico do Ministério da Educação.

SEEC tem papel decisivo na realização dos Jogos Sulamericanos Escolares



Secretária Betania Ramalho, durante reunião de preparação para os jogos, com a governadora Rosalba Ciarlini Imagem de Elisa Elsie


A décima oitava edição dos Jogos Sulamericanos Escolares, que acontece em Natal, entre os dias 29 de novembro e 6 de dezembro, vai envolver estudantes de 14 a 18 anos de 12 países. Para isso, a Secretaria de Estado da Educação terá um papel decisivo não apenas no apoio e na infraestrutura, com a seção de ônibus escolares para o transporte das delegações, mas está se preparando para implementar cursos práticos da Língua Espanhola, considerando que esse idioma é o que predominará durante as competições.

Preocupado em acolher bem as equipes dos 12 países participantes, a Secretaria de Educação, também estará envolvendo os alunos da rede pública na composição dos grupos de apoio local, promovendo ainda uma experiência diferenciada, com impacto na formação desses estudantes.

“Do ponto de vista curricular, as escolas serão orientadas a promover atividades sobre os países participantes, destacando aspectos geográficos, sociais, históricos e educacionais dessas nações. A orientação é tornar os Jogos Sulamericanos Escolares um componente curricular, articulando esporte e Educação Básica.”, ressaltou a secretária de Educação, Betania Ramalho.

SEEC promove Jornada Pedagógica com objetivo de reverter desempenhos

A Secretaria de Estado da Educação realizou essa semana a Segunda Jornada Pedagógica de 2012, evento que reuniu representantes de todos os setores do órgão, no Instituto Presidente Kennedy, com o objetivo de repassar orientações para o conjunto das escolas, sobre o processo Ensino/Aprendizagem. Entrou em pauta o programa de Educação do Estado, cujo foco é a qualidade pedagógica e social da Educação Básica e Profissional, além da valorização pedagógica e profissional do trabalho docente.

Segundo a secretária de Educação, Betania Ramalho, o ponto de partida do programa se dá na análise do desempenho dos alunos por escola, para que medidas sejam tomadas na busca por reverter os baixos desempenhos, como aulas de reforço, oficinas pedagógicas, aulões e outros procedimentos que possam repor conteúdos que não foram ministrados pela falta de professores.

Imagens de Márlio Forte.









As gratificações estão de volta

As esperadas gratificações retornaram à Secretaria de Estado da Educação, beneficiando aproximadamente 430 servidores. Segundo a secretária Betania Ramalho, essas GRGs exigem um compromisso maior do servidor para dar mais agilidade ao projeto de Educação do Estado, a partir de 1º de julho. A publicação no Diário Oficial ocorreu no último dia 28 de junho.

Política de Educação da SEEC será reforçada com recursos do PAR

A Secretaria de Estado da Educação receberá até 2014 um aporte de R$ 242 milhões, dentro do Plano de Ações Articuladas (PAR), do Ministério da Educação. Do valor total, cerca de R$ 68 milhões serão aplicados já em 2012, além dos R$ 23 milhões repactuados com o Governo Federal, do PAR 2007-2010. Os recursos não foram utilizados pela gestão passada.


Segundo a secretária Betania Ramalho, o PAR compreende a política de financiamento da Educação e dá suporte aos projetos estruturantes da SEEC. "Todo o financiamento é para implantar o novo plano de Educação do Estado, a partir de quatro dimensões estruturantes: formação de professores focada em resultados; práticas pedagógicas, acompanhamento e avaliação; infra-estrutura física; e recursos pedagógicos.”, concluiu.


ENTENDENDO O PAR
Assim que um município ou estado adere ao Compromisso Todos Pela Educação - programa de 28 diretrizes para a melhoria do ensino nacional -, o secretário responsável por essa área automaticamente se compromete a elaborar um diagnóstico e uma série de objetivos para a rede de ensino local. Essas metas devem ser alcançadas em até quatro anos e são estipuladas junto com diretores, coordenadores, professores e membros da comunidade. É a partir desses dados que o PDE (Plano de Desenvolvimento da Educação) fornece apoio técnico e financeiro às administrações regionais, através do PAR.