domingo, 29 de abril de 2012

Olhar diferenciado para o Ensino Médio Noturno


A Secretaria de Estado da Educação está atualizando a Proposta Pedagógica do Ensino Médio para os alunos que estudam à noite. Para debater o tema, uma série de oficinas foi realizada nos dias 27 e 28 de abril, no Centro de Treinamento da Emater, em São José de Mipibu. Além da secretária Betania Ramalho, participaram do encontro, professores, gestores e técnicos da secretaria.

Atualmente, 48% dos estudantes de Ensino Médio da rede estadual estão no turno noturno. Por esse motivo, a Secretaria de Educação viu a necessidade de elaborar uma proposta para diminuir a repetência e o abandono escolar, baseada nas peculiaridades desses estudantes que conciliam os estudos com o trabalho e a família.

De acordo com a subcoordenadora do Ensino Médio da SEEC, Maria Aliete Cavalcante Bormann, o objetivo é buscar uma adequação dos componentes curriculares para garantir a permanência do estudante na sala de aula, uma vez que a maioria dos alunos que estuda à noite trabalha durante o dia.

Professora Maria Aliete Bormann, coordenadora de Ensino Médio da Secretaria de Educação

Das 291 escolas da rede estadual com turmas abertas no Ensino Médio, 70 oferecem aulas à noite. A intenção da secretaria é expandir essa nova proposta pedagógica, que inicialmente chegou a 11 escolas, para todas elas.