sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Nota de esclarecimento

A Secretaria de Estado da Educação e da Cultura esclarece aos Professores e Especialistas ingressos no serviço público estadual por meio do Edital 001/2011 – SEARH/SEEC, que tenham recebido Notificação do Tribunal de Contas do Estado que:

O concurso público de que trata o Edital n. 001/2011 – SEARH/SEEC foi realizado em cumprimento a decisão judicial proferidas nos autos dos processos 001.08.26076-5, 001.08.014918-0, 00696.2009.001.21.00.2 conforme termos de acordo celebrado com participação Ministério Público Estadual, Ministério Público do Trabalho, Procuradoria Geral do Estado, dentre outras autoridades, devidamente homologado em decisão judicial. Destarte, tal concurso não apresentar qualquer ilegalidade ou irregularidade, mas atender aos anseios do interesse público e do bem maior protegido, ou seja, a garantia constitucional de amplo acesso à educação gratuita e de qualidade, os quais foram devidamente sopesados pelas autoridades no exercício da jurisdição. 

Os servidores nomeados pelo referido Edital estão sendo chamados a atenderem algumas diligências necessárias para sanar possíveis irregularidades presentes na instrução processual referente a sua nomeação.

Esta Secretaria informa que tais notificações são procedimentos comuns e de praxe na administração pública, seja para o registro de Atos de Nomeação ou Aposentadoria.

As notificações em comento são destinadas a Secretaria de Educação e a cada servidor, e versam sobre a falta de documentação obrigatória para se efetivar a contratação no serviço público, tais como: cópias de certidões eleitorais e criminais, declaração de antecedentes criminais, diploma, dentre outras, os quais realmente não estão no processo, ou mesmo estão e não foram identificadas. No caso raro de alguma ausência de documentação, oórgão responsável COAPRH/SEEC está entrando em contato com cada servidor.

Salientamos que os documentos pessoais entregues no momento em que os convocados se apresentaram formaram o caderno processual individual de nomeação de cada um dos convocados, tendo estes sido analisados pela Assessoria Jurídica desta Secretaria, como também pela Controladoria Estadual e outros órgãos internos.

ASecretaria de Educação está cumprindo as diligências necessárias ao cumprimento das solicitações do Tribunal de Contas, de maneira articulada e célere.Desta feita, ratificamos que as providências estão sendo tomadas para que não haja nenhum prejuízo aos servidores.

Gabinete da Secretária de Estado da Educação
Coordenadoria de Administração de Pessoal e Recursos Humanos

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Projetos de inovação pedagógica vira tema de seminário

Na manhã de hoje (18), a Secretaria de Educação, por meio da Unidade Executora Setorial do programa RN Sustentável, realizou mais um seminário de orientação para os procedimentos necessários a implementação dos Projetos de Inovação Pedagógica (PIPs). Financiados com recursos do RN Sustentável destinados a Educação, os projetos serão desenvolvidos pelas escolas de acordo com as matrizes determinadas pelo programa. Na primeira etapa, 130 escolas foram contempladas.

Organizado para 100 participantes, o evento ocorreu na Escola de Governo, com a presença do secretário adjunto de Educação, Joaquim Oliveira. Durante a abertura, foi discutido, entre outro temas, as aplicações e recursos que o RN Sustentável vai atender em todo o estado e a forma que cada projeto de inovação pedagógica deve ser constituído para a melhoria da Educação Básica do RN.


Para Jailma Carvalho, gerente operacional da UES, entre as prioridades que os PIPs deve focalizar, a política de permanência do aluno na escola deve ser reforçada com os recursos do programa: “Esses projetos consistem em propostas de ações inovadoras elaboradas pelas próprias unidades de ensino, com o objetivo de superar dificuldades ligadas a problemas como evasão escolar e falta de motivação dos alunos”.

Após os seminários em Natal, outras cidades do estado também serão beneficiadas. Mossoró recebe as discussões entre os dias 25 e 26 de setembro na Escola Estadual Jerônimo Rosado. Pau dos Ferros também recebe os debates, entre os dias 30 de setembro e 1 de outubro, na Universidade Anhanguera. Por fim, Caicó também é alvo dos seminários, entre os dias 7 e 8 de outubro, na sede da décima Diretoria Regional de Educação.


Definindo como estratégico o encontro para a formulação rápida e eficaz dos projetos de inovação pedagógica,o secretário Joaquim Oliveira falou da importância dos seminários para a execução orçamentária do RN Sustentável. “Nós estamos diante de uma política de Estado e uma responsabilidade, pois estamos construindo o alicerce para o tão esperado salto qualitativo que nossa Educação merece. Cada centavo investido é um compromisso de todos na melhoria do ensino e aprendizagem do RN”, destacou. O investimento inicial será de R$ 2.160.000,00.

Em outubro será lançado o Edital de Seleção PIP, para que as escolas submetam os projetos desenvolvidos após as oficinas para análise. A partir daí, os projetos aprovados receberão apoio financeiro para o desenvolvimento das atividades no primeiro trimestre de 2015. 

Natal recebe exposição sobre mares e oceano


Durante toda a semana, Natal recebe a exposição “Future Ocean”.  Realizada por cientistas marinhos de Kiel, na Alemanha, a exposição percorreu diversas capitais brasileiras e segue aberta na capital potiguar até amanhã (19). Os visitantes podem conferir as curiosidades e informações sobre os oceanos visitando a galeria Convivart, localizada no Centro de Convivência da UFRN.

A coordenadora da exposição em Natal, a oceanógrafa Mariana Mattos, explica que o trabalho serve de disseminação dos estudos realizados sobre os mares e de incentivo para estudiosos iniciantes: "é muito importante para disseminar o conhecimento sobre os oceanos, mas também para mostrar o impacto que o ser humano tem sobre o meio ambiente".

A oceanógrafa acrescenta que os oceanos devem ser encarados como "a solução para o futuro", por mais que acredite que esse futuro está ameaçado. Segundo ela, o caminho certo para reverter este quadro é a conscientização. "Precisamos aprender a valorizar o meio ambiente, e não só os oceanos, mas qualquer ecossistema", afirma.

O estudante Diego Batista, que estuda Ciências Biológicas, é um dos monitores do projeto. Para ele, é necessário começar a educar a população desde cedo. "Nossa exposição tem muita interação, com jogos educativos acessíveis para todas as idades", informa. Um dos públicos alvos são estudantes do ensino fundamental ao superior. Segundo o monitor, cerca de cem pessoas visitaram a exposição diariamente. Depois do encerramento das atividades aqui em Natal, o projeto segue para São Paulo. A entrada é franca.

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

UFRN oferece aulões e cursinho para estudantes da rede pública


Os estudantes das escolas públicas podem contar com mais um importante aliado para a preparação das provas do Enem. A UFRN oferece durante todo o mês de setembro aulões preparatórios para as provas do vestibular com foco nas matrizes cobradas pelo Enem. O Programa Complementar de Estudos para Estudantes do Ensino Médio (Proceem) ofertará aulas contextualizadas sobre História e Sociologia (20) e Biologia e Filosofia (27) no auditório do Departamento de Enfermagem da universidade federal.

Os interessados em participar precisam somente comparecer na UFRN e apresentarem nome e escola que estuda e já estarão aptos a participarem. Destinados exclusivamente para alunos que estejam em escolas públicas ou que já tenham terminado o Ensino Médio e queira retomar os estudos, os aulões são apenas um dos serviços que o Proceem oferta aos estudantes postulantes a uma vaga nas universidades.

Durante todo o ano, nove turmas de cursinho são formadas pelo Proceem para atenderem estudantes de baixa renda que buscam ingresso no ensino superior. As turmas são dividas entre o Campus Central da UFRN e a Escola Estadual Durce Wanderley, no bairro da Rendinha, e atendem entre 40 a 50 estudantes por sala de segunda a sexta. Para participar, o aluno deve comparecer na sede da Prograd, localizada na reitoria da UFRN, portando xerox dos documentos de identificação e certidão de vínculo com escola pública.

Para Nathália Araújo, coordenadora do Proceem, o cursinho e aulões representam o primeiro contato dos estudantes de ensino médio com a didática e infraestrutura da UFRN. “Nosso objetivo é preparar os alunos para o ingresso na universidade. E esse estímulo parte da própria academia, reafirmando um compromisso que a UFRN tem proporcionar que cada vez mais alunos da rede pública ocupem suas vagas”, explicou.

A Secretaria Estadual de Educação é parceira nos aulões e cursinhos, oferecendo espaços físicos, material escolar e ajuda pedagógica. Para Aliete Bormann, subcoordenadora de Ensino Médio, o principal resultado do Proceem é o aumento no número de aprovados no processo seletivo das universidades: “A cada novo aluno que conquista uma vaga e vem de uma escola pública, representa uma vitória para todos nós que fazemos a educação do RN”.

Um fator interessante está nos professores que compõe o quadro docente de programa. Todos são alunos de graduação da UFRN, escolhidos por meio de seleção simplificada e que, preferencialmente, já tenham desempenhado alguma função em sala de aula. O cursinho também é oferecido no Centro de Ensino Superior do Seridó (Caíco) e na Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi.

Educação sedia debate sobre formação de conselhos escolares


A União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação do Rio Grande do Norte (UNCME/RN) realiza o Segundo Encontro Estadual do RN. O evento acontece no Auditório Angélica Moura, sede da Secretaria de Educação e na Escola de Governo, entre 17 e 19 de setembro. O encontro tem como objetivo a formação de novos conselhos e a capacitação de educadores que possam gerir as unidades.

Realizado em parceria com a Universidade Federal da Paraíba, o curso de formação dos novos conselheiros municipais tem carga horária de 180 horas. “Precisamos mostrar a importância do conselho para a educação do município. O interior do estado ainda precisa de muitos conselhos”, afirmou Sirleyde Almeida, a coordenadora estadual da UNCME. 

Em 2014, 125 dos 167 municípios do estado já possuem conselhos municipais, e a previsão é de crescimento para os próximos anos. “Extrapolamos o número de vagas, de 90 para 110 vagas, para conseguir atender a demanda, acrescentou a coordenadora. O objetivo é fixar o encontro como um evento anual para os gestores municipais da educação. No próximo ano, o evento deve ser realizado em parceria com a UFRN. A previsão é de que o curso ofereça quatrocentas vagas.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Kennedy alcança maior Ideb entre escolas estaduais do RN


Ter um bom desempenho no índice que mede o nível da educação básica escolar é meta de muitas escolas da rede pública de ensino. Esse objetivo já é realidade para a equipe gestora e pedagógica da Escola Estadual Presidente Kennedy. Localizada no bairro Lagoa Nova, a escola saltou de 2.6 (2005) para 6.9 (2013) na avaliação do Ideb, conquistando o posto de melhor escola estadual de educação básica.

Atendendo mais de 350 crianças, Gorete Nobre, diretora da escola, atribui como uma das causas da boa nota o envolvimento que todos os servidores têm em oferecer uma educação de qualidade aos alunos. “O Ideb só aumenta com compromisso e envolvimento na aprendizagem dos alunos. É uma grande responsabilidade para nós”.


Para a diretora, os recursos humanos são o mais importante para educar. “Professores motivados e consciente do seu papel, aliado a isso, uma infraestrutura que beneficia as técnicas de aprendizagem, contribui para uma educação melhor”. A escola oferece sala de vídeo, laboratório de informática e sala de leitura para os estudantes.

Há um década sendo diretora da escola, Gorete conhece bem desafios e metas da escola. Para ela os resultados positivos são fruto de um projeto de ensino muito bem definido. “Cada funcionário dessa escola tem pleno conhecimento do que deve fazer durante o horário de trabalho”, acrescentou.

A diretora reforça que todos os avanços que a escola teve nos últimos são fruto de um trabalho participativo de mestres, pais e alunos. A professora Ângela Gomes tem plena consciência disto. Ela leciona há trinta anos, nove deles no Kennedy. Sua turma, 4º ano, será a responsável pela nota da escola na próxima medição do Ideb. “[A responsabilidade] chega a arrepiar, mas o mais importante não é a nota, e sim o caminho que leva ao resultado. O importante é conseguir resultados significativos não só para a escola, mas também para o aluno”, revelou a professora.


A excelência do ensino é traduzida na simplicidade da fala de Dênive Caio Rodrigues, estudante do 4º ano, com nove anos de idade. Seu dia a dia resume-se a uma intensa jornada de atividades recreativas e escolares, permanecendo das 7h ás 16h na escola. “Sou feliz por estudar aqui. De manhã eu tenho aula e a tarde faço letramento e numeração. E ainda tem o futebol, meu esporte favorito”, disse Dênive durante a aula de língua portuguesa.

Assim como a Escola Estadual Presidente Kennedy, outras instituições de ensino alcançaram um bom desempenho na capital do Estado.  Com nota 5,7, a Escola Estadual Berilo Wanderley é a segunda melhor escola em ensino fundamental, empatada com a Hegesippo Reis, que também divide o posto. Na sequência aparece a Escola Estadual Dr. Maia Neto (Ideb 5,3), Joaquim Torres (5,2), Newton Braga, Ambulatório Padre João Maria (ambas com 5,1) e a General Antônio Santos Rocha (5,0).


Preocupados com o ensino que se concretiza fora das salas de aula, a presença de pais de estudantes na escola é uma rotina diária. Bimestralmente, pais invertem a posição dos filhos e ocupam os bancos das salas de aula, para conhecerem de perto as disciplinas, metodologias e profissionais que atuam com seus filhos. “Tenho orgulho de ter meu filho numa escola pública de qualidade. Toda mãe busca o melhor e aqui se tem a formação básica e qualificada que meu filho necessita”, revelou Simone Aragão, dona de casa e mãe de Victo Aragão, 8 anos, estudante do 5º ano.

sábado, 13 de setembro de 2014

Jovens Embaixadores reúne estudantes para atividades classificatórias


Estudantes reunidos na Escola de Governo

O programa Jovens Embaixadores 2015 realizou nesta sexta (12), na Escola de Governo, mais duas etapas do processo de escolha do Jovem Embaixador do Rio Grande do Norte. Os candidatos passaram por um exame oral e outro exame escrito durante a manhã.

Realizado em parceria com a Embaixada dos Estados Unidos, o projeto proporciona aos jovens a oportunidade de conhecer a nação americana por vinte e dois dias. O programa está em sua décima primeira edição em nível nacional. No RN, o concurso é realizado pelo nono ano consecutivo.

Atividades em inglês foram realizadas durante o dia

A coordenadora estadual do programa, Véra Reis, aponta a importância da iniciativa, que serve como um catalisador para o desenvolvimento acadêmico e profissional dos candidatos. "O Jovem Embaixador é um selecionador de pérolas. Eles não são estudantes comuns. São jovens preocupados em desenvolver projetos dentro das suas comunidades", contou.

Para conquistar uma das vagas no programa, os candidatos devem participar de projetos voluntários em sua comunidade. Representante do JE em 2011, o universitário Allan Jales Coutinho, 21, revela que as práticas sociais são decisivas na escolha: "Às vezes o título diz muita coisa, mas o que diz muito mais sobre você é a sua atitude". Atualmente Allan estuda Desenvolvimento Internacional na Green Mountain College, EUA.

Isadora Rocha, Jovem Embaixadora do Rio Grande do Norte

Isadora Rocha, 19, é a Jovem Embaixadora pelo RN. Aluna do curso técnico de Edificações do IFRN, ela planeja viajar para o exterior novamente. "Estudar lá fora é o que eu mais desejo no momento. [Ser Jovem Embaixadora] foi uma experiência muito rica. A viagem e o programa me fizeram crescer e pensar melhor na minha comunidade", disse.

Alguns estudantes tentam pela segunda vez conquistar a tão sonhada vaga de embaixador. Elisa Mitra,16, é aluna do 3º ano da Escola Estadual Aída Pereira, em Mossoró. Pelo segundo ano ela participa do programa. Em 2013, Elisa foi uma das finalistas e teve a oportunidade de fazer um curso de imersão na língua inglesa. Para a candidata, o projeto é um grande diferencial para a carreira. "Querendo ou não, o próprio mercado de trabalho se torna mais receptivo quando você tem essa experiência", afirmou.

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Professores estaduais participam de congresso nacional de matemática aplicada

Delegação de professores participantes do XXXV CNMAC

A matemática está presente no dia a dia de vários segmentos da ciência. Sua aplicação vai de noções de astronomia ao desenvolvimento de teorias da geofísica, permeando a produção de estudiosos dentro e fora da sala de aula. Natal sedia nesta semana o XXXV Congresso Nacional de Matemática Aplicada e Computacional, evento que reúne professores, alunos e estudiosos com o objetivo de debater teses e estudos científicos que aplique a matemática na resolução de problemas.

Sediado no Praiamar Hotel, o evento reúne 700 participantes de todo o Brasil. Destes, 50 são professores da rede estadual de ensino que foram convidados pela Secretaria de Educação para participarem do evento com todas as despesas pagas. O congresso é uma realização da Sociedade Brasileira de Matemática Aplicada e Computacional em parceria com a UFRN e sempre ocorrem em anos pares.


A transversalidade é uma das principais características do evento, como conta José Antônio Salvador, um dos organizadores do congresso: “A cada minicurso, simpósio ou conferencia que é realizada nesta semana podemos mostrar a comunidade científica que o estudo da matemática está presente em todos os campos de atuação e pode ser um dos caminhos para a resolução de problemáticas que surgem na sociedade”.

Professor da Universidade Federal de São Carlos, Salvador atenta que o congresso é responsável por revelar importantes contribuições para a indústria, aeronáutica e comércio, tratando cada eixo dentro do contexto dos números.  “Este é o maior evento do segmento no país, muitas das pesquisas aqui apresentadas já representam melhorias e ganhos na qualidade de vida e avanço da ciência em prol do conhecimento”, finalizou.

Marcos Silva, professor da Escola Estadual Anísio Teixeira

Mas o conhecimento adquirido no congresso certamente não ficará restrito somente a universidade, ele também servirá de incentivo docente na sala de aula.  Marcos Alves da Silva, é professor na Escola Estadual Anísio Teixeira. Formando em matemática e economia, Silva participa do congresso para ajudar seus alunos a entenderem a aplicação da matemática no cotidiano. “Às vezes os alunos se perguntam ‘por que a gente tá estudando isso?’. Por isso, preciso transformar o conteúdo em algo simples e acessível a todos os níveis”, conta.

O professor ressalta ainda que a matemática está presente em diversos segmentos da sociedade, da medicina à física nuclear. “A matemática de hoje não é aquela disciplina sozinha. Ela está sempre ligada a outras disciplinas. Esse é o caminho, como mostra o Enem, por exemplo”, acrescenta. Marcos faz parte de um grupo de professores que, com o apoio da Secretaria de Educação, tem participado de uma série de eventos, congressos e cursos com foco no ensino da matemática.

O congresso segue até amanhã (12). Segundo a coordenação, o Rio Grande do Sul é um dos estados cotados a receber o evento em 2016. Até o final do ano acontecerá a Semana da Matemática, jornada de trabalho realizada pela UFRN em parceria com a Secretaria de Educação. 

Dia da Educação Cidadã é comemorado em praça pública


A secretaria de Educação festejou no dia de ontem (10) a cidadania que setembro inspira na comunidade escolar. Participando de uma grande tenda montada na Praça Cívica, em frente a Escola Estadual Anísio Teixeira, estudantes e entidades publicas e privadas comemoraram o Dia da Educação Cidadã, data que faz parte da série de ações do Setembro Cidadão.

Para a realização do evento, vários setores governamentais organizaram encontros e  traçaram estratégias de divulgação das atividades. O Núcleo Estadual de Educação para a Paz e Direitos Humanos (NEEPDH) foi o responsável por articular junto com os demais órgãos as ações que a secretaria de Educação proporcionou para os presentes na tarde de ontem.


No período da tarde, entre 15 e 17h, dezoito escolas da rede estadual participaram do evento. O secretário-adjunto de Educação, Joaquim Oliveira, conferiu as atividades e elogiou o interesse dos estudantes pela cidadania: “Ao ver um jovem encantado com a apresentação da Marinha, Cruz Vermelha, Proerd ou pela música, mostra que se oferecemos meios para que ele interaja com esses movimentos ele certamente não cairá em um mau caminho, sendo protagonista de sua própria história”.

Com apresentações gratuitas, estiveram presentes representantes das Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica), RN Vida, Proerd, BOPE, Ronda Escolar, Escoteiros do RN, LBV, Cruz Vermelha, Detran, ASAPD, Guarda Municipal, Pronatec, Unimed, Faculdade Estácio.


Parceiro da SEEC em eventos deste tipo, o RN Vida, por meio da coordenadora Sonali Rosado, atuou junto as escolas para motivar a participação e envolvimento dos estudantes na construção de uma política de paz e cidadã nas escolas: ““Esse é o momento dos jovens virem às ruas para se manifestar  por coisas boas. A lei da cidadania chama a atenção para a nossa sociedade para construirmos uma pátria melhor. Mais uma vez o RN é o pioneiro na cidadania”.

Pioneiro em práticas de cidadania, o Setembro Cidadão terá em 2015 sua sistematização incorporada nas atividades que serão desenvolvidas pelas escolas durante todo o ano. “Não podemos restringir esse importante momento a apenas uma semana do ano. São tão valiosos os princípios que os estudantes recebem em setembro que devemos discuti-los em sala de aula durante o ano inteiro, pois são valores sociais que eles terão consigo durante toda a vida”, disse Joaquim Oliveira.


O Setembro Cidadão foi oficializado pela Governadora Rosalba Ciarlini por meio de lei neste ano e nasceu no Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN), através do juiz Jarbas Bezerra, em conjunto com a advogada e servidora do TRE/RN, Lígia Limeira. Criada em 2004, a proposta visa contribuir para o fortalecimento e difusão do sentimento de civismo pelo Brasil.

Jovens Embaixadores realiza nova etapa nesta sexta-feira


Nesta sexta, 12, na Escola de Governo, serão realizados os exames orais e escritos de conhecimentos de língua inglesa para os postulantes ao cargo de Jovens Embaixadores. O programa é realizado anualmente pela Embaixada dos Estados Unidos em parceria com a Secretaria Estadual de Educação e Cultura.

Os exames orais serão compostos de três etapas: entrevista por uma banca avaliadora sobre atributos importantes para um Jovem Embaixador, sorteio dos jovens em grupos e a apresentação musical desses grupos. O exame escrito tratará da visão de mundo que um Jovem Embaixador deve ter.

É importante que os candidatos levem documento de identificação e caneta, lápis e borracha. Também não será permitido participar do evento vestindo short ou bermuda. A prova faz parte da segunda etapa do certame e desde 2005 é realizada pela Subcoordenadoria de Ensino Médio contanto com participação expressiva de estudantes da rede estadual.

Para mais informações, falar com Véra Reis, coordenadora do programa, pelo telefone 3232-1430.

sábado, 6 de setembro de 2014

Secretaria da Educação avalia resultado do IDEB no Ensino Médio

A secretária de Estado da Educação, professora Betania Ramalho, recebeu com frustração o resultado do Indice de Desenvolvimento da Educação – Ideb, no Ensino Médio, em que o Rio Grande do Norte ficou na 24º posição do ranking nacional, empatado com Mato Grosso e o Pará. Para ela, o resultado não reflete o tamanho do esforço que a equipe da secretaria tem feito para reverter essa herança de muitos anos de descaso.

"Dobramos o salário dos professores, a gratificação dos diretores das escolas, liberamos promoções e vantagens represadas, fizemos concurso e contratamos quase quatro mil professores, aumentamos o montante de recursos encaminhados diretamente para as escolas, adquirimos equipamentos tecnológicos e realizamos muitas formações para atualizar o currículo escolar. Fizemos o possível e o impossível, muitas vezes trabalhando doze horas por dia. Por esses e outros motivos, esse não era o resultado esperado", revelou a professora.

Segundo a secretária, os números do Ideb se contrapõem ao resultado de avaliações divulgadas anteriormente, como o PISA. “Os números vão de encontro ao último resultado do Programa Internacional de Avaliação da Educação – PISA, que avalia estudantes de 15 anos nas áreas de leitura, matemática e ciências e colocou o Rio Grande do Norte entre os 15 melhores do país, empatado com o Ceará. Essa mesma avaliação colocou o RN no terceiro lugar do país quando avaliados os cabeças da Matemática”.

Ao fazer uma análise sobre o que pode ter influenciado o resultado do Ideb, a subcoordenadora de Ensino Médio da SEEC, professora Aliete Bormann, ressalvou que diferentemente do que ocorre com a avaliação do Ensino Fundamental, em que todos os estudantes de 4º e 9º ano fazem as provas, quando se trata de Ensino Médio, a avaliação é amostral. “Isso significa dizer que das 290 escolas estaduais com Ensino Médio, apenas 50 tiveram seus alunos de 3º ano avaliados, o que corresponde a menos de 20% da rede.”

Aliete diz ainda que as escolas foram escolhidas aleatoriamente pelo Ministério da Educação. “Quando a secretaria recebeu a lista das escolas que seriam avaliadas, já fazíamos uma previsão de que o resultado não seria bom, pois o desempenho dessas unidades, em sua maioria, estava entre os mais baixos da rede. Por outro lado, as escolas que tradicionalmente apresentam os melhores resultados não foram avaliadas. Com isso, não buscamos justificar o resultado, mas certamente foi algo que influenciou.”

Outro ponto que deve ser analisado, além da retração no índice da rede estadual, que passou de 2.8 em 2011 para 2.7 em 2013, é a avaliação do Ensino Médio da Rede Privada do Rio Grande do Norte, que sofreu uma queda de três casas decimais. O Ideb das escolas particulares no estado passou de 5.1 em 2011 para 4.8 em 2013, refletindo o resultado geral do desempenho do país.

Para a secretária Betania Ramalho, um dos caminhos para reverter esse quadro é a flexibilização do currículo, reunindo o conteúdo por áreas de conhecimento e a utilização de ferramentas que possam tornar o ensino mais interessante ao aluno. “Já percorremos um bom trajeto nessa direção, mas esse é um trabalho cujo resultado não aparece em curto prazo, pois não é possível repor o conteúdo que um aluno de Ensino Médio perdeu durante a vida inteira em apenas três anos. Os resultados devem aparecer nas próximas avaliações, quando o crescimento registrado no Ensino Fundamental do Estado chegar ao Médio.”

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Pau dos Ferros realiza feira de ciências


A 4ª edição da Feira Regional de Ciência para Todos no Semiárido Potiguar, da 15ª DIRED (Pau dos Ferros), acontece nesta quarta-feira (3), das 15 às 22 horas, no espaço da Praça de Eventos Nossa Senhora da Conceição, na cidade de Pau dos Ferros. O evento conta com 40 projetos de iniciação científica, com a participação de 18 professores orientadores e 119 alunos pesquisadores do ensino médio, de 13 escolas públicas da região. 

Cada professor pode orientar mais de um projeto, envolvendo diversas áreas do conhecimento. A feira estará aberta para visitação e a entrada é franca. Durante a exposição, os trabalhos serão avaliados por uma comissão julgadora e poderão se inscrever na 4ª. Feira de Ciências do Semiárido Potiguar, que acontecerá em Mossoró, no período de 5 a 7 de novembro próximo. Os melhores projetos ganharão bolsas de estudo e o ícone Júnior e poderão, ainda, concorrer à vaga para participar da Febrace (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia), que acontece todos os anos nas dependências da Escola Politécnica, da Universidade de São Paulo (Poli-USP). 

A feira faz parte do Programa de Extensão Ciência para Todos no Semiárido Potiguar, da UFERSA - Universidade Federal Rural do Semiárido e da UERN – Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e da Cultura e apoio das DIREDs – Diretorias Regionais de Educação.  Numa primeira etapa visa despertar no estudante do ensino médio, a curiosidade científica e expor um projeto nas mais diversas áreas do conhecimento, usando o método científico. Em segundo lugar, participar da 3ª Feira de Ciências do Semiárido Potiguar, em Mossoró.

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Professores de Educação Física comemoram avanços na categoria


Setembro inicia-se com a comemoração do dia do professor de educação física. Conforme a lei federal de número 9.696/98, os professores de educação física têm no dia de hoje (1º) a celebração de seus esforços dentro e fora da sala de aula.

As atividades esportivas fazem bem para o homem, pois através delas é possível obter equilíbrio físico e emocional. Além disso, são formas de envolver jovens e crianças, afastando-os das drogas e da promiscuidade. Para se praticar esportes é necessário que um profissional da área da educação física faça uma orientação e avaliação, de acordo com as capacidades de cada um, dos limites que o corpo de cada pessoa pode suportar e vencer.

Responsável pela Coordenadoria de Desportos da Secretaria de Educação, o esportista Gileno Souto, apontou os avanços nas organizações os eventos esportivos no RN, como o Jerns, e o reconhecimento da importância das atividades físicas dentro da escola como motivos para festejar a data. “Vivemos um momento exitoso da educação física no RN. Esperamos que conquistemos mais vitórias para professores e escolas que apostam na educação física como instrumento de mudança”, disse o coordenador.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Nota de pesar

A Secretaria de Estado de Educação e Cultura externa seu profundo pesar pela morte de um de seus funcionários mais dedicados, José Candido da Silva, carinhosamente chamado de Dudu. De luto, esta secretaria destaca como as principais virtudes funcionário a capacidade de resolver problemas de forma eficiente e rápida, bem como a atenção que empenhava a todos que buscavam ajuda.

Neste momento de tristeza, a secretária de Educação, professora Betania Leite Ramalho, presta votos de pesar a família do funcionário e convida a todos os servidores da Secretaria de Educação para a Missa de Sétimo Dia, que será realizada no 1º de setembro, às 11h, no Auditório Angélica Moura.

Gabinete da Secretária
Assessoria de Comunicação
Cerimonial do Gabinete

SIGEduc ganha aplicativo mobile para estudantes e professores


Estudantes e professores da rede estadual já podem contar com mais uma ferramenta que ajudará no dia-a-dia da vida escolar. Encontra-se disponível para download no Google Play a primeira versão do SIGEduc Mobile. O aplicativo permitirá aos estudantes da rede estadual de ensino um acesso rápido e fácil aos seus dados no Sistema Integrado de Gestão da Educação. Com o novo aplicativo, o estudante poderá consultar notas, frequência e informações de sua turma disponibilizado pelo professor

Para instalar o SIGEduc Mobile Estudante, o usuário de smartphones com Android 4.0 (ou superior) terá de abrir o Google Play e instalar o aplicativo.  A versão da ferramenta voltada para o professor também está disponível.

O SIGEduc Mobile Professor foi desenvolvido originalmente para os tablets educacionais e agora também poderá ser acessado pelos smartphones dos educadores. A versão para professores permite a gestão do diário de classe (notas, conteúdo e frequência) diretamente do seu aparelho celular e funcionando off-line, ou seja, sem necessitar de uma conexão com a internet.  Quando o aparelho detecta a conexão com a Internet ele envia os dados para os servidores do SIGEduc que preenchem o diário de classe do professor de forma automatizada.
Para Ana Paula Flor, coordenadora do SIGEduc, os novos aplicativos facilitaram a interação dos estudantes e professores com a plataforma digital que integra todo o estado: “Cada vez mais os estudantes tem acesso as novas mídias e tecnologias. Com isso a Educação tem que acompanhar as mudanças que a tecnologia provoca na escola. O SIGEduc, por ter um caráter inovador, já está antenado nesses novos caminhos”. 

Em breve o SIGEduc Mobile estará disponível para dispositivos com o sistema IOS da Apple. O aplicativo é em português e totalmente gratuito.

Com o novo recurso, as escolas terão várias vias de acesso ao sistema,  como a interface web utilizando um navegador, pelo navegador do smartphone ou tablet, pelo aplicativo do tablet educacional ou nos smartphones com sistema Android.

Educação celebra o Agosto da Alegria com debate sobre ensino e cultura


Como nos últimos anos, a Secretaria de Educação realiza no mês de agosto uma série de atividades propagando a cultura para estudantes e professores, dentro das atividades do Agosto da Alegria. Concentrado em dois dias, a Coordenadoria de Desenvolvimento Escolar  organizou a jornada “Leitura, arte e cultura: meios de expressividade da nossa gente”, contando com a presença expressiva de escolas e artistas locais.

Na manhã de ontem, com a presença do secretário adjunto de Educação Joaquim Oliveira, a jornada teve em sua abertura a apresentação do grupo Roda de Leitura da Escola Estadual Potiguaçu. Durante a apresentação, estudantes da referida escola entregaram ao secretário um livro feito artesanalmente, contado histórias que fazem partes das rodas de leituras realizadas nas escolas.


Durante o evento, além de intervenções culturais, a escritora e professora especialista Salizere Freire lançou Bicho pra que te quero, livro infantil que chega a sua segunda edição com sucesso de crítica. O lançamento abriu a primeira mesa temática do encontro, que tece como tema “Diálogos cordelistas na voz dos poetas potiguares: Maria das Dores Timóteo, Sirlia Lima e Cícero Virgínio Ferreira”.

Para Joaquim Oliveira, secretário adjunto, a leitura é uma ação que possibilita sensações únicas a quem ler e um caminho de valorização do ensino como forma de crescimento: “A leitura é como um mar, amplo e infinito, que cada um de nós deve aprender a nadar, pois, devido sua grandeza, podemos ir longe, aprender mais e ajudarmos a fazer um RN de leitores”.


Hoje (28), cantigas de rodas, exposição de peças feitas de material reciclado, debates e troca de experiências fizeram parte da programação. Marcos Cleber, coordenador da Codese, definiu o evento como uma forma de viabilizar a reflexão  sobre os caminhos que a cultura deve seguir: “A Secretaria de Educação vem realizado constantes debates sobre a forma que a educação e cultura devem serem integradas nas escolas. Dentro do Agosto da Alegria, essa discussão cria mais força e, com esta jornada, estamos favorecendo uma visão contextualizada do mundo literário e dinamização das práticas pedagógicas necessárias.”

A jornada faz parte das ações previstas no Plano Estadual do Livro e Leitura do RN, e oportuniza a formação de mediadores de leitura, regentes de biblioteca, gestores, professores e demais agentes culturais. 

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Direc de Parnamirim discute PDDE Interativo


Com o objetivo de orientar as escolas para a inserção de programas que fazem parte da plataforma do PDDE Interativo, na última semana, a 2ª Diretoria Regional de Educação e Cultura realizou o 1º Encontro do PDDE Interativo que contou com a presença de gestores, coordenadores pedagógicos, representantes de secretarias municipais de educação e técnicos da Direc. 

A técnica responsável pelo PDDE Interativo e PDE na Escola da 2ª diretoria de educação, Jurany Silva, uma das responsáveis pela organização e execução do evento, explica como o encontro foi realizado: “Discutimos sobre a aprendizagem dos estudantes, partindo das instrumentais do PDDE Interativo tendo em vista o redimensionamento da ação pedagógica”.

Com duração de 16 horas, os dois dias de trabalhos foram marcados por debates as temáticas que abordavam questões operacionais, prestação de contas, execução orçamentária e convivência escolar.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Encontro debate escolha do livro didático

Intervenção cultural marcou o início das atividades

Em cada triênio, as escolas estaduais participam do processo de escolha dos livros didáticos que serão utilizados pelos professores em sala de aula. O Plano Nacional do Livro Didático investiu em sua última edição R$ 333.116.928,96 , atendendo mais de 7 milhões de estudantes. A Secretaria de Educação realiza durante todo o dia de hoje o Encontro de Recomendações para o PNLD 2015, momento que ajudará os educadores na escolha dos títulos que serão utilizados.

O encontro foi aberto pela secretária de Educação, profª Betania Ramalho, que traçou o panorama que a educação estadual chegou após quatro anos de trabalhos a frente da pasta: “Encontro como este, de discussão de ferramentas de ensino, servem para que prestemos conta de como cada coordenadoria vem se esforçado para alcançamos uma educação de qualidade para nossos estudantes”. Das conquistas, no campo do livro, Ramalho destacou o Plano Estadual do Livro e Leitura, que “serve como um documento norteador de todas as práticas de leitura que são realizadas na escola”.

Mediado por técnicos da Coordenadoria de Desenvolvimento Escolar, Subcoordenaodoria de Ensino Médio e 1ª Diretoria Regional de Educação e Cultura, durante todo o encontro mesas temáticas debateram os usos dos livros e a mudança que as novas tecnologias estão gerando no forma de utilizar o livro em sala de aula. Para o próximo ano, o MEC começará a substituir os livros didáticos por e-books, que no RN serão disponibilizados por meio do SIGeduc.


Para Erileide Rocha, coordenadora dos projetos de leitura da SEEC, o encontro serve para que as escolas possam conhecer todo o processo e se informem de como podem escolher o livro de forma a atender o Projeto Político Pedagógico de cada instituição. “É importante que cada escola conheça o Guia do PNLD, analisando as resenhas das coleções didáticas que serão aprovadas de acordo com as informações contidas no guia e com as orientações da SEEC”.

O evento segue até as 18h com a palestra sobre livros digitais, com Regina Lúcia Alves da Costa, professora especialista em tecnologia da Educação e Rômulo Augusto, técnico especialista da SUEM. 

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Inaugurada novas instalações do Centro de Apoio ao Deficiente Visual


Na última quarta (19), a Secretaria de Educação inaugurou as novas instalações do Centro de Apoio ao Deficiente Visual – CAP, com a presença de autoridades e membros da comunidade atendida pela instituição. Localizada no bairro de Dix-Sept Rosado, o CAP contará com novas salas, como um laboratório de informática com 10 computadores prontos para atender as necessidades dos alunos. O secretário adjunto de Educação, Joaquim Oliveira, esteve presente na inauguração e entregou novos equipamentos.

As atividades desenvolvidas pelo CAP são acompanhadas pela Subcoordenadoria de Educação Especial (SUESP) e seguem uma linha de inclusão dos estudantes a todas as ferramentas necessárias para uma educação de qualidade. Atento a isto, o secretário Joaquim Oliveira, durante a inauguração, entregou, em nome da SEEC, 27 notebooks adaptados para estudantes cegos ou com baixa visão. “Devemos promover o acesso à tecnologia da informação aos nossos alunos, dentro de um contexto maior, que é a inclusão escolar de todos os estudantes”, frisou Joaquim Oliveira.


Também estiveram presentes na inauguração a coordenadora da SUEP, Márcia Peixoto, e o diretor do centro, Lenilson Xavier, que expressou sua alegria com a entrega dos novos equipamentos: “Cada estudante tem suas potencialidades e desafios particulares. Cabe a nós, educadores, mostrar e ajudá-los a seguir o caminho que cada um deseja contando com o apoio da escola”.

E as atividades no novo centro já iniciaram com a apresentação da equipe que fará a gestão da unidade de ensino, que já realizou o cadastramento de novos alunos e realizará o diagnóstico e acompanhamento das necessidades de cada um, com o auxílio de profissionais especializados em apontar competências e habilidades dos estudantes. 

Núcleo de Educação para a Paz participa de debates em São Tomé e Natal


O Núcleo Estadual de Educação para a Paz e Direitos Humanos participou, na tarde de ontem, da culminância do Projeto de Cultura da Paz, série de atividades que foram realizadas pela Escola Estadual Amaro Cavalcanti e nas escolas municipais de São Tomé, interior do estado, com o intuito de pregar à pacificação e o combate as drogas na comunidade.


“Por todo o estado, ações como está vem se multiplicando. Cada vez mais as escolas estão conscientes que por meio de uma política que pregue a paz a educação alcança patamares ainda maiores e a escola virá um espaço de ampla convivência”, destacou João Mendonça, coordenador do Núcleo.

Palestra para o Clero



Pela manhã, o NEEPDH acompanhou a secretária Betania Ramalho na visita ao Centro Pastoral da Paróquia do bairro da Candelária, Natal. Na visita, a chefe da pasta realizou palestra sobre os desafios urbanos que as escolas enfrentam atualmente, como a violência e consumo de drogas. “Espaços como este serve para discutimos o papel social da comunidade escolar na formação e desenvolvimento humano, focado na vida de cada estudante”, destacou a secretária de Educação.

A palestra ocorreu dentro de uma programação realizada mensalmente pela Arquidiocese de Natal com setores ligados a educação, clero e comunidade para discussão dos temas que são comuns aos três segmentos. "Um espaço debate saudável e importante, pois cada um tem uma função primordial na formação do indivíduo", disse o coordenador do NEEPDH.